Fundador jornalista Jerffeson de Miranda em 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925
Santarém(PA), Domingo, 23 de Janeiro de 2022 - 03:04
07/12/2021 as 13:08 | Por Redação |
Espetáculo teatral “Carniceiro do Amanhã” será apresentado em curta temporada em Santarém
Espetáculo Pós-Dramático tem concepção dramatúrgica idealizada por Jéssica Miranda, com a Direção de Leandro Cazula
Fotografo: Reprodução
Peça teatral ocorrerá de 09 a 11 de dezembro de 2021 no Auditório Wilson Fonseca da Ufopa, na Unidade Rondon, às 20h

O Projeto Iurupari – Grupo de Teatro da na Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), com o Núcleo Cênico Semipresencial 2021, apresentará o espetáculo “Carniceiro do Amanhã”, como proposta de concepção teatral do corrente ano, direcionada gratuitamente ao público santareno. O espetáculo Pós-Dramático tem concepção dramatúrgica idealizada por Jéssica Miranda, com a Direção de Leandro Cazula e a classificação indicativa é de 14 Anos. 

  

RECOMENDAÇÕES 

As apresentações ocorrerão diariamente às 20h, de 09 a 11 de dezembro de 2021– quinta-feira à sábado, no Auditório Wilson Fonseca da Ufopa, Unidade Rondon, Campus de Santarém/PA, com entrada franca. O público interessado em prestigiar o espetáculo poderá retirar os ingressos com UMA HORA DE ANTECEDÊNCIA, a cada dia de apresentação, pois será limitado a entrada de até 50 (cinquenta) espectadores, respeitando o máximo de 50% da ocupação do Auditório, de acordo com as diretrizes e orientações dos eixos do Plano de Biossegurança da Ufopa, em observância às medidas de prevenção à Covid 19. Será exigido o uso obrigatório de máscaras aos espectadores durante todo o evento, sendo disponibilizado álcool em gel na entrada e nas dependências interna do Auditório, e será aferido temperatura do público, impedindo a entrada de pessoas com temperatura elevadas ≥ 37,5° C. 

  

SOBRE A PROPOSTA CÊNICA 

O processo de criação do espetáculo “Carniceiro do Amanhã” foi concebido durante a execução do núcleo cênico semipresencial do Projeto Iurupari – Grupo de Teatro da Ufopa no ano de 2021, iniciado no mês de maio com participantes de vários setores da comunidade. A construção dramatúrgica pautou-se na compreensão do “corpo político” inserido na lógica de “biopoder”, baseado nas concepções de Michael Foucault. A efetivação da proposta teatral emergiu com os desdobramentos da compreensão do texto “Da paz” de Marcelino Freire, que propõe um debate sobre a “paz”, e da música “Reza forte” do Baiana System, que apresenta alternativas para a “luta da não violência”. Consequentemente o espetáculo apresenta cenas textuais, musicais e corporais, de construções coletivas entre os atores e atrizes, com usos instrumentos musicais de forma sutil e inventivas, sonorizações reproduzidas eletronicamente e jogos cênicos que instigam reflexões às contradições da sociedade na atuação de distintos sujeitos que buscam a valorização de seu corpo e de sua voz. 

 

A concepção teatral objetiva instigar o debate sobre questões sociais ligadas as estruturas de poder que, na sua micro e macropolítica, oprimem a maioria da sociedade: a classe trabalhadora. O “direito” à vida, pautada pela lógica expositiva de corpos sob o controle e subjugação do Estado, tende a favorecer a morte dos que são dominados. 

 

O espetáculo com duração de 40 minutos, possui como base os textos: O Corpo, a Culpa, o Espaço (O Teatro Mágico); Da Paz (Marcelino Freire); Baiana System (Clarianas); Ó Pátria safada... (Michel – Manos e Minas) e Martin Luther King. São entoados fragmentos das músicas: Rap das armas (MC Júnior e Leonardo); Carniceiro e Cadê Minh’Asa (Clarianas); Canto das Três Raças (Clara Nunes); Ahkoy  – Hotaru Koi (Mawaca) e O sol nascerá – A sorrir (Cartola). Figurinos e maquiagem são de concepção do Grupo, a sonoplastia é operacionalizada por Jéssica Miranda, que ainda protagonizará rápida intervenções e a iluminação é concebida por Amaury Caldeira. O elenco composto pelos atores - participantes do Núcleo Cênico Semipresencial 2021 do Projeto Iurupari – Grupo de Teatro: Adielson Sousa, André Oliveira, Cláudia Laurido, Darlan Oliveira, Eduardo Rodrigues, Eloise Pedroso, Fabiana Bernardo, Igor Castro, Mayerly Moreno, Nívia Pantoja, Roberto Maia e Thatiane Faria. 

 

SOBRE O PROJETO 

O Projeto Iurupari – Grupo de Teatro é desenvolvido na Ufopa desde março de 2015, e formou um grupo de pessoas, dispostas ao fazer cênico para o exercício do fazer teatral entre si e que concretiza apresentações teatrais. Efetivou-se um projeto de extensão e cultura com atividades artísticas no âmbito acadêmico, que se concretiza com resultados direcionados para a comunidade em geral. Os núcleos formativos do Projeto ocorrerem aos sábados no Auditório Wilson Fonseca da Unidade Rondon da Ufopa. 

 

A proposta tem o apoio da Pró-Reitoria da Cultura, Comunidade e Extensão (Procce) e do Instituto de Ciências da Educação (Iced). 

 

Com informações e foto da Ascom/Projeto Iurupari – Grupo de Teatro–UFOPA 

Fonte: Portal Santarém  

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil