Fotografo: Reprodução
...
Ferramenta permite avaliar cada aluno individualmente para corrigir possíveis falhas na aprendizagem

O Governo do Pará lança nesta segunda-feira (29), o programa EnemPará - uma plataforma voltada para atender estudantes da rede pública de ensino que este ano irão lutar por uma vaga no ensino superior por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A iniciativa é desenvolvida em parceria pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e Parque de Ciência e Tecnologia do Guamá (PCT Guamá).

O lançamento do programa será feito durante uma live, às 17h, com a participação de representantes das instituições parceiras que farão a apresentação de como o Enem Pará funcionará e responderão às perguntas dos estudantes. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas no endereço www.enempara.com.

Titular da Sectet, Carlos Maneschy comenta sobre a ação inédita. “Esta é uma iniciativa inovadora que conta com a participação de professores qualificados e estratégias individuais de avaliação que resultam, entre outras coisas, na preparação de qualidade para os estudantes da rede pública enfrentarem com confiança as provas do Enem”.

O secretário explica que o EnemPará é um portal com mais de mil vídeos-aulas exclusivas, além de textos, simulados e exercícios. Maneschy conta que o programa veio ao encontro da necessidade de preparação dos estudantes da rede pública durante o isolamento social necessário para o enfrentamento da epidemia do novo coronavírus.

“É uma ferramenta que mantém o aluno da escola pública dentro dos níveis de concorrência adequados para ingressar em uma universidade”, frisa o titular da Sectet. Ele ressalta ainda que o EnemPará vem auxiliar os estudantes da rede pública, proporcionando que tenham preparação compatível com os alunos da rede privada, que têm utilizado os recursos tecnológicos e o ensino a distância para manter a rotina de estudo mesmo com a suspensão das aulas presenciais.

ENEM PARÁ É ACESSÍVEL

O coordenador do EnemPará, Yuri Santiago, informa que o programa possui um sistema de navegação simples e foi desenvolvido para garantir o acesso às aulas mesmo por quem mora no interior do estado ou não dispõe de internet numa velocidade superior.

A ferramenta, destaca o coordenador, também vai permitir avaliar cada aluno individualmente, recomendando, a partir do desempenho pessoal, aulas e lições específicas para corrigir possíveis falhas no processo de aprendizagem ou reforçar o ensino em temas cuja dificuldade seja mais latente.

“A avaliação de cada usuário será possível por meio de análises algorítmicas que identificarão, dentro da própria plataforma, aspectos como performance e desempenho”, diz Yuri Santiago.

O número de alunos afetados pela crise da Covid-19 já passa de 300 milhões em todo o mundo. Dez milhões deles apenas no Brasil. No Pará, a ferramenta oferecida pelo governo do Estado chega para diminuir possíveis desigualdades durante a preparação para o Enem.

Num contexto de rotina bruscamente alterada por fatores que fogem ao domínio de cada pessoa, o EnemPará se soma às muitas ferramentas, ações e legislações de iniciativa do governo estadual para minimizar o impacto que o isolamento social e as demais medidas de contenção de propagação do novo coronavírus têm provocado na vida de milhões de paraenses.

“Permanecer em casa não significa ter que ficar sem estudar. Principalmente para quem está na fase final de preparação para ingressar no ensino superior”, finaliza o coordenador do EnemPará, Yuri Santiago. (Com colaboração de Pedro Paulo Blanco).

Fonte: Agência Pará