Fundador jornalista Jerffeson de Miranda em 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925
Santarém(PA), Sábado, 15 de Maio de 2021 - 01:25
27/04/2021 as 16:51 | Por Redação | 2177
Operação da Polícia Civil prende cinco colombianos por tráfico de drogas em Santarém
Junto com os presos foi apreendida uma grande quantidade de drogas no bairro Jaderlândia
Fotografo: Jaderson Moreira/Tv Tapajós
Estima-se mais de 300 quilos de drogas entre maconha skunk e cocaína. No local também havia fuzis e munições

Cinco colombianos e um brasileiro foram presos na tarde desta terça-feira (27) em uma residência no bairro Jaderlândia, próximo ao campo da Fazendinha, em Santarém, oeste do Pará. A partir de uma denúncia anônima, o Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) iniciou as investigações que levaram ao grupo suspeito de tráfico internacional de drogas. 

O brasileiro é santareno e dava apoio logístico ao grupo com a casa, carro e embarcações. 

No local, os policiais encontraram grande quantidade de drogas entre maconha do tipo skunk e cocaína, estimado em cerca de 300 quilos. A pesagem, no entanto, só será feita na 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil. 

De acordo com o delegado Silvio Birro, chefe do NAI, a polícia passou a monitorar o local e levantar informações sobre os passos dos suspeitos em Santarém. E na tarde de hoje deflagrou a operação que resultou nas prisões e na apreensão das drogas. 

O superintendente regional da Polícia Civil do baixo Amazonas, delegado Jamil Casseb, esteve à frente da operação e disse que as quadrilhas estão se especializando cada vez mais nessa rota, o que tem demandado um esforço cada vez maior da polícia para combater o tráfico de drogas.

Drogas estavam embaladas em sacos e também escondidas em engrado e sacolas que foram apreendidas — Foto: Jaderson Moreira/Tv TapajósDrogas estavam embaladas em sacos e também escondidas em engrado e sacolas que foram apreendidas — Foto: Jaderson Moreira/Tv Tapajós 

"O delegado Silvio Birro com sua equipe fez um trabalho fantástico de levantamento de informações, foi até Monte Alegre e depois retornou. Tivemos também o apoio dos nossos amigos do Graesp com o helicóptero, o que de certa forma favorece o nosso trabalho. A partir dessas prisões, com certeza vai ter mais desdobramentos. Os suspeitos serão ouvidos e por enquanto algumas informações serão mantidas em sigilo para não atrapalhar as investigações que terão continuidade", destacou delegado Jamil Casseb. 

Coinformações do G1 Santarém 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil