Fundador jornalista Jerffeson de Miranda em 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925
Santarém(PA), Domingo, 07 de Agosto de 2022 - 16:15
24/06/2022 as 10:02 | Por Redação |
Manaus em alerta – Traficante “L7” tem cabeça decapitada por 20 membros de Facção rival
Além de Luciano Barbosa, seu padrasto também foi morto a tiros
Fotografo: Reprodução
Luciano Barbosa (L7), filho de Zé Roberto da Compensa, foi executado no Amazonas

O filho do narcotraficante “Zé Roberto da Compensa”, Luciano Barbosa, mais conhecido como “L7”, de 32 anos, foi assassinado a tiros na madrugada de quinta-feira (23), no Amazonas. 

 

Informações preliminares é de que Luciano estava escondido em uma comunidade nas proximidades do município de Anamã. 

 

Ele e o padrasto foram executados a tiros por cerca de 20 homens fortemente armados que invadiram a residência deles. Os corpos deles serão trazidos para Manaus para passar por perícia. 

 

L7 é um dos líderes da facção Família do Norte (FDN) e envolvido em vários crimes na capital. A última prisão de Luciano ocorreu em setembro de 2021. 

 

Mais de 24 horas depois da execução de Luciano Barbosa, filho de Zé Roberto da Compensa, a cabeça do traficante ainda não foi encontrada. 

 

L7, foi morto a tiros na Comunidade Santa Maria, em Anamã, e foi decapitado pelos assassinos. Os homens, fizeram questão de levar o membro como uma espécie de prêmio e divulgaram vídeos tanto do momento da decapitação, quanto exibindo a cabeça de Luciano após o crime.  

 

A mãe testemunhou tudo e além de perder o filho, perdeu também o marido, que tentou escapar dos assassinos pulando no rio, mas não teve êxito. 

 

Os corpos das vítimas foram levados para Manaus e estão na sede do Instituto Médico Legal (IML). 

 

Imagens chocantes divulgadas nas redes sociais mostram o momento em que o filho do narcotraficante Zé Roberto da Compensa é decapitado com golpes de terçado. 

 

Luciano havia deixado a cadeia em fevereiro deste ano. 

  

L7 é conhecido pela extensa ficha criminal, que incluiu execuções de rivais e tráfico internacional de drogas. Ele também é um dos líderes da antiga Família do Norte (FDN), agora Cartel do Norte (CDN). Relembra alguns dos crimes. 

 

Em 2013, o Polícia Civil do Amazonas registrou as prisões em flagrante de Luciano da Silva Barbosa, 24, e Matheus Pereira da Silva, 19, por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido respectivamente, da Lei nº 10.826/03), e Rodrigo de Abreu de Moraes, 29, em cumprimento de mandado de prisão preventiva. 

 

Em março de 2014, foi preso novamente por suspeita de ter comandado a morte do delegado Oscar Cardoso de dentro da cadeia. 

 

Em 2015, a Polícia Federal informou que estava investigando oito famílias controlavam o tráfico no Amazonas. Na ocasião, foi divulgado que Luciano da Silva Barbosa, era um dos responsáveis pela distribuição da droga. 

 

Já em 2016, Luciano foi preso no dia 16 se setembro, no campo de futebol do Centro Social Urbano localizado no bairro da Compensa, zona Oeste de Manaus. De acordo com a Polícia Civil, Luciano foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido no dia 6 de novembro de 2015. Ele era um dos alvos da operação “La Muralla” deflagrada pela Polícia Federal para desarticular uma facção criminosa. 

 

Em 2021, Luciano da Silva foi preso, também em setembro, durante cumprimento de mandado de prisão em Manaus. Ele era apontado como mandante de vários homicídios na capital. 

 

A Facção 

A facção criminosa FDN foi fundada pelo pai do criminoso, o Zé Roberto, junto com outros narcotraficantes, João Branco e Gelson Carnaúba, que atualmente são ex-aliados. 

 

Manaus registrou foguetório em alguns bairros, na noite desta quinta-feira (23). A maioria deles veio da Compensa, na zona Oeste de Manaus. 

Após a morte do traficante, a Polícia Militar deflagrou a Operação Inquietação, que mobiliza em torno de 320 policiais militares, que atuarão no combate à criminalidade nas mais diversas regiões de Manaus.  

 

Fonte: Portal do Holanda 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil