Fotografo: G1
...
Polícia (DECA) e Semma realizaram operação conjunta para investigar incêndio

Um incêndio que atingiu a Área de Proteção Ambiental (APA) Alter do Chão, distante 37 quilômetros de Santarém, na tarde de domingo, 20, e no início desta semana virou alvo de investigação da Polícia Civil do Pará. O fogo, que começou por volta de 12h, de domingo, pode ter origem criminosa.

A Polícia Civil investiga a participação de proprietários de dois loteamentos existentes às proximidades do local, no início do incêndio, numa área de savana, dentro da APA Alter do Chão.

O incêndio de grandes proporções chegou a ser controlado no domingo, mas novos focos foram identificados na tarde de segunda-feira, 21, durante operação conjunta da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) e da Delegacia Especializada em Conflitos Agrários (DECA) e, na manhã de terça-feira, 22, às margens da estrada que liga a rodovia Everaldo Martins (PA-457) ao balneário de Ponta de Pedras, no rio Tapajós.

Ainda na terça-feira, 22, um grupo de trabalhadores flagrado limpando lotes irregulares dentro da APA, na tarde de segunda-feira, 21, prestou esclarecimentos na DECA. Em depoimento, quatro homens confessaram que foram contratados pelos proprietários para limpar e demarcar com pedaços de madeira os lotes irregulares, onde cada um recebia o valor de R$ 50,00, por cada dia trabalhado.

Segundo o titular da DECA, delegado Fábio Amaral, quem realiza os serviços nos loteamentos são trabalhadores humildes. Porém, com base nas revelações dos trabalhadores sobre quem os contratou, a Polícia Civil chegará aos prováveis donos dos lotes.

De acordo com o 4° Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), mesmo os incêndios tenham sido controlados em três dias seguidos, ainda existem riscos do surgimento de novos focos. “Os riscos de ainda existem. Verificamos a existência de mais de 200 lotes demarcados no local. O fogo usado na limpeza desses terrenos está se propagando para a área de savana”, revelou o cabo BM, Júlio César Galúcio.

A SEMMA informou que está fazendo o mapa de análise temporal, para verificar a quantidade de hectares atingidas pelo incêndio na APA Alter do Chão. O levantamento sobre o incêndio, segundo a SEMMA, deve ficar pronto ainda nesta semana.

Por: Manoel Cardoso

Fonte: Portal Santarém