Fundador jornalista Jerffeson de Miranda em 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925
Santarém(PA), Domingo, 07 de Agosto de 2022 - 16:56
24/06/2022 as 15:48 | Por Redação |
Santarém 361 anos: Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil é implantado no município
Unidade terá assistente social, enfermeiro, psicólogo, pedagogo, profissional da educação física, médico e terapeuta ocupacional
Fotografo: Reprodução
Ampliação no atendimento da saúde mental em Santarém

Visando reforçar a atenção em saúde mental de crianças e adolescentes, residentes na cidade de Santarém e na região Oeste do Pará, a Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), implantou na tarde de quinta-feira, 23, o Centro de Atenção Psicossocial infantojuvenil (CAPSI), localizado na Tv. Silva Jardim,1126, Aparecida. A ação faz parte da programação de aniversário dos 361 anos da Pérola do Tapajós. 

  
A solenidade de entrega contou com a presença do Prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, acompanhado da primeira-dama, Celsa Brito; da secretária Municipal de Saúde, Vânia Portela; do coordenador do CAPSI, o enfermeiro Marlon Marinho; do coordenador da Média e Alta Complexidade (MAC), Vitor Cordeiro; da presidente do Conselho Municipal de Saúde de Santarém (CMSS), Ana Dilma; do presidente da Câmara Municipal de Santarém, Ronan Liberal Junior; do secretário regional de governo, Alexandre Maduro; dos vereadores Erasmo Maia (DEM) e Alba Leal (MDB); além da equipe de governo e da saúde. 

 

Autoridades municipais e equipe de saúde estiveram presentes 

  
O CAPSI é uma unidade de saúde que compõe a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS). Atenderá o público infantojuvenil, crianças e adolescentes de 02 a 17 anos, que apresentam intenso sofrimento psíquico decorrente de transtornos mentais graves e persistentes, incluindo aqueles relacionados ao uso de substâncias psicoativas, e outras situações clínicas, como esquizofrenia; Transtorno do Espectro Autista (TEA); Transtorno de Ansiedade;  Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH); Transtorno de Estresse Agudo e Pós-Traumático; Transtorno Depressivo; Dependência química; Transtorno Obsessivo Compulsivo. 

  
“O CAPSI representa um avanço significativo no atendimento da saúde mental no município de Santarém. Então, esse novo centro vem fazer um complemento ao que já é desenvolvido pelo CAPS II e pelo CAPS ADIII. Nesse período tão adverso, a saúde mental tem sido bastante comprometida, e não só a dos adultos, mas também a das crianças, por isso é tão importante esse cuidado com a nossa saúde”, relatou o coordenador do CAPSI, Marlon Marinho. 

 

O novo centro ofertará os seguintes serviços: atendimento individual e em grupo voltados à atenção às crises; atividades para a família; atendimento domiciliar; atividades na escola, na comunidade, nas associações de bairros e outras instituições e dispensação de medicamentos. Os atendimentos serão de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. 
  
“Hoje, 24, a unidade já inicia os trabalhos de atendimento a população com foco no acolhimento, inclusão social dos usuários e acompanhamento contínuo das nossas crianças e adolescentes que tanto precisam desse suporte psicossocial. O CAPS está lindo, todo estruturado e equipado nos moldes do que recomenda o Ministério da Saúde”, disse com entusiasmo a titular da pasta, Vânia Portela. 

Vânia Portela, titular da Semsa, prefeito Nélio Aguiar e primeira dama celsa Brito 

  
A assistência às crianças e adolescentes será realizada por uma equipe multiprofissional que reúne assistente social, enfermeiro, psicólogo, pedagogo, profissional da educação física, médico e terapeuta ocupacional, entre outros, que atua na promoção e prevenção terapêutica, articulando com as demais unidades de Saúde e com unidades de outros setores (educação, assistência social etc.) quando necessário, sempre incluindo a família e a comunidade nas estratégias de cuidado. 
  
“A implantação do CAPSI é mais um momento de alegria, de avanço, de conquista para saúde no município de Santarém.  Esse novo CAPSI vai auxiliar no cuidado com a saúde mental das nossas crianças e adolescentes. Mais um presente para a população da Pérola do Tapajós”, disse o gestor municipal, Nélio Aguiar. 

 

Sobre os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) 

Os CAPS fazem parte da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) de Saúde Pública, sendo instituições estratégicas do novo modelo destinado ao amparo da saúde mental, proposto pela reforma de 1980, em substituição às internações em hospitais psiquiátricos. 

CAPSI está completo e passa a atender a partir desta sexta-feira, 24 de junho 

 

Esses centros visam acolher pessoas com sofrimento mental, atendimento e reinserção social de pessoas com transtornos mentais graves e persistentes e/ou com transtornos mentais decorrentes do uso prejudicial de álcool e/ou outras drogas. 
  
Atualmente, o município de Santarém possui dois CAPS em atuação: o CAPS II que atende todas as faixas etárias, por demanda espontânea, tendo como público-alvo: pessoas com transtornos mentais graves e persistentes, localizado na Tv. Dom Amando, 1057, Santa Clara, funciona das 7h às 18h, de segunda a sexta-feira. Foi implantado em 2002 e possui 8.568 pacientes cadastrados, sendo gerenciado pelo Governo do Estado do Pará, através da Sespa. 

 

E o Caps AD III que atende todas as faixas etárias, por demanda espontânea, tendo como público-alvo: pessoas com transtornos ocasionados pelo uso de álcool e outras drogas, localizado na Av. Presidente Vargas, 2809, Aparecida, funciona 24h (horário ampliado em 2015), de segunda a domingo, incluindo feriados e finais de semana. Das 8h às 18h o atendimento é aberto ao público, (depois desse horário só serviço interno com os pacientes em hospitalidade). Foi inaugurado em 2010, e possui mais de 4 mil pessoas cadastradas, é gerenciado pelo município, por meio da Semsa. 

 
  
Dessa forma, a partir de hoje, 24, três CAPS passam a atuar no município de Santarém: o CAPS II, O CAPS ADIII e o CAPSI. 

 

Por: Katrine Cardoso/PMS 

Fonte: Portal Santarém 

 

 

 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil