Fotografo: Lucas Figueiredo/CBF
...
Foram sete mudanças em relação à lista de março

Mais de seis meses depois da última convocação, em março, que terminou cancelada pelo adiamento das eliminatórias, o técnico Tite convocou nova lista para iniciar a classificatória para a Copa do Mundo de 2022, no Catar.

A grande novidade - e único estreante - é Gabriel Menino, convocado para a lateral direita. Entre as mudanças da lista de março - foram sete ao todo - e a divulgada hoje também estão:

  • Alisson, recuperado de lesão, e Santos. Na anterior, foram chamados, Ederson, do City, e Ivan, da Ponte.
  • Na defesa, convocou Rodrigo Caio e tirou da lista Eder Militão.
  • Menino e Alex Telles na lateral, antes foram convocados Daniel Alves e Alex Sandro.
  • Douglas Luiz voltou a ser lembrado. Antes, o nome de Tite foi Arthur.
  • No ataque, entrou Rodrygo. Saíram Gabriel Barbosa e Bruno Henrique.

A seleção brasileira masculina enfrenta a Bolívia, dia 9 de outubro, na Arena Neoquímica Corinthians, em São Paulo, e o Peru, dia 13, em Lima.

Veja os nomes da nova lista:

  • Goleiros: Alisson (Liverpool-ING), Santos (Athletico-PR) e Weverton (Palmeiras)
  • Laterais: Danilo (Juventus-ITA), Gabriel Menino (Palmeiras), Alex Telles (Porto-POR) e Renan Lodi (Atlético de Madrid-ESP)
  • Zagueiros: Thiago Silva (Chelsea-ING), Marquinhos (Paris Saint-Germain-FRA), Felipe (Atlético de Madrid-ESP) e Rodrigo Caio (Flamengo)
  • Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid-ESP), Fabinho (Liverpool-ING), Bruno Guimarães (Lyon-FRA), Douglas Luiz (Aston Villa-ING), Philippe Coutinho (Barcelona-ESP) e Everton Ribeiro (Flamengo)
  • Atacantes: Gabriel Jesus (Manchester City-ING), Rodrygo (Real Madrid-ESP), Neymar (Paris Saint-Germain-FRA), Everton (Benfica-POR), Roberto Firmino (Liverpool-ING) e Richarlison (Everton)

Fifa e Conmebol confirmaram na quinta-feira que as eliminatórias sul-americanas para a Copa de 2022 vão começar mesmo em outubro. A decisão também mantém o formato de disputa do torneio, com todas as dez seleções do continente se enfrentando em duelos de ida e volta.

A Fifa informou à Conmebol que os países europeus já toparam não exigir quarentena dos jogadores que voltarem de viagens à América do Sul - algo que era uma solicitação reforçada dos dirigentes das federações. O único entrave hoje está na China.

Fonte: G1