Fundador jornalista Jerffeson de Miranda
Aos 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925

Santarém(PA), Terça-Feira, 16 de Abril de 2024 - 23:54
23/02/2024 as 08:33 | Por Dol |
Três pessoas morrem após comerem peixe baiacu, em Salinas (PA)
As três vítimas morreram após consumirem a carne do peixe baiacu, considerado um dos animais mais venenosos do mundo
Fotografo: Reprodução
Baiacu tem uma potente e letal toxina presente em seu fígado. Consumo do peixe deve seguir cuidados extremos

No mundo animal, as adaptações biológicas de cada espécie foram moldadas a partir do meio onde elas estão inseridas e da dinâmica de vida a qual são submetidas. A evolução, proposta por Charles Darwin, prega que a seleção natural é a responsável pelas modificações que cada bicho sofreu ao longo dos anos como forma de se adaptar às dificuldades e sobreviver no meio ambiente. 

 

Uma das espécies que sofreram adaptações biológicas fascinantes é o tetraodontidae, mais conhecido como baiacu. Ele é um dos animais mais venenosos do mundo. Mesmo assim, há quem faça consumo do peixe, apesar dos riscos. 

 

Três pessoas da mesma família morreram após ingerirem a carne de baiacu na noite da última quarta-feira (21). O incidente ocorreu na vila de Alto Pindorama, na zona rural do município de Salinópolis, no nordeste do Pará. 

 

De acordo com o repórter Jefferson Moraes, da RBATV Salinópolis, quatro pessoas da mesma família fizeram a ingestão do baiacu sem os devidos cuidados para evitar a contaminação pelo veneno tetrodotoxina, presente no fígado do peixe. 

 

Identificadas como Luiz Carlos Fonseca, Antônio Denilde e Elinete, as vítimas foram a óbito depois de sofrerem insuficiência cardíaca intensa. Dois deles chegaram a ser encaminhados para o Hospital Regional de Salinópolis, mas não resistiram. O terceiro morreu em casa. 

 

A quarta pessoa intoxicada segue internada na unidade hospitalar sob cuidados médicos. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa), que confirmou o caso, a Polícia Científica foi acionada para fazer a perícia e remoção dos corpos e a Polícia Civil do Pará deverá investigar mais detalhes sobre o incidente. 

 

Informações de conhecidos das vítimas dão conta de que eles costumavam se reunir para consumir caldeiradas de peixes de espécies diversas enquanto consumiam bebidas alcoólicas, mas não é possível confirmar que isso ocorreu desta vez. 

 

Autor: Adams Mercês, com informações de Jefferson Moraes/RBATV Salinópolis 

Fonte: DOL 

 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil