Fundador jornalista Jerffeson de Miranda
Aos 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925

Santarém(PA), Sábado, 24 de Fevereiro de 2024 - 21:53
02/05/2023 as 17:07 | Por Redação |
Torneio de Pesca Esportiva da Amazônia está com inscrições abertas
A realização do Topam é do ICAHAM, com apoio do Governo do Pará, Prefeitura de Tucuruí e Eletronorte
Fotografo: Reprodução
Após 16 anos, retorno do Topam deve reunir cerca de 350 pescadores esportivos entre os dias 24 e 28 de maio em Tucuruí, sudeste paraense

O município de Tucuruí, no sudeste paraense, será palco pela 12ª vez do Torneio de Pesca Esportiva da Amazônia (Topam). Entre os dias 24 e 28 de maio, o evento deve reunir mais de 350 pescadores esportivos de todo o País que juntos, estarão buscando o gigante dos rios amazônicos, o Tucunaré, no Lago da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, do Rio Tocantins. As inscrições estão abertas no site do campeonato (www.topam.com.br). 

  

Reconhecido em todo o território nacional e internacional, o Topam foi promovido durante 11 anos, de setembro de 1996 a julho de 2006, divulgando o Pará como grande potencial pesqueiro. Em 2003, a Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur) reconheceu o evento como Ícone da Pesca Esportiva no Brasil. Após 16 anos, o torneio está de volta com o compromisso de alavancar a pesca esportiva, turismo e economia do Estado, afirma o secretário de Turismo de Tucuruí, Márcio Guedes.  

  

“Nossa cidade deve receber turistas do Brasil inteiro, todos para prestigiar esse evento que já é tradição na nossa região e infelizmente estava anos sem apoio para realização. Agora, voltamos com tudo e vamos aquecer o turismo local, os hotéis, restaurantes, comércio, fazer a economia girar na região, além de mostrar ao País e mundo a potência que somos na pesca sustentável”, aposta o chefe da pasta. 

  

Nos quatro dias de evento, serão realizadas palestras com os temas Manuseio Responsável, Pesca Esportiva e demais técnicas da atividade, ministradas pelo Rubens de Almeida Prado (SP), mais conhecido como Rubinho, especialista do segmento voltadas para participantes, população local e pescadores; provas de competições adultas e infantojuvenil, e shows musicais com atrações locais e nacionais. 

  

A realização do Topam é do Instituto Centro de Apoio Humanitário da Amazônia (ICAHAM) com apoio do Governo do Pará, Prefeitura de Tucuruí e Eletronorte - Centrais Elétricas do Norte do Brasil S/A. 

  

Animada com o retorno do torneio, a coordenadora do evento, Elza Queiroz, conta que a expectativa é de que o evento atraia além dos participantes, cerca de 3 mil visitantes para prestigiar a programação. 

  

“Apesar do tempo que ficou sem ser realizado, o Topam criou raízes por ter sido pioneiro no segmento, deixando um legado e claro, saudades nos pescadores e fãs da pesca esportiva. Portanto, a volta será incrível e a economia do Estado e do município será beneficiada. Vamos movimentar o esporte da pesca, turismo e cultura, e tudo isso deve trazer à região muitos turistas”, comenta Elza Queiroz. 

  

Prova disso, é a ansiedade de Marcelo Ferreira, 52, para retornar ao Lago na competição. Apesar de ser engenheiro civil, é na pesca que encontra sua verdadeira paixão. No Topam, ele acumula prêmios que vão de carro 0 KM a barco, e no próximo mês, vai atrás de mais uma premiação. 

  

“Sempre fui premiado no torneio e acredito que agora não será diferente, apesar do desafio que é pescar o Tucunaré. A maior dificuldade será ganhar com o maior peixe, pois a pesca de mergulho não deixa que os maiores peixes sobrevivam. Então, a disputa será acirrada, todos vão dar tudo de si”, fala animado. 

  

O Tucunaré é um peixe nativo da região amazônica, hoje encontrado nas principais represas e alguns rios do Brasil. Predador, agressivo e grande lutador, é reconhecido mundialmente como Peixe Esportivo Excepcional. Capturá-lo é um desafio para o pescador esportivo, o que enche de mais emoção a festa do Topam. 

  

Pesca sustentável 

A pesca é a mais antiga e estreita relação do homem com a natureza e uma das maiores potências econômicas da Amazônia. Nesse segmento, a pesca esportiva é uma evolução da pesca amadora, popularmente conhecida como “pesque e solte”, atraindo apaixonados pela prática e comprometidos com a preservação ambiental.  

  

Esta é uma das bandeiras do Topam, que tem como objetivo promover a pesca sustentável e preservação da natureza. Após fisgar o Tucunaré, ele será aferido para o controle da competição e em seguida solto vivo no Lago. Graças a esse sistema é possível preservar o Tucunaré e manter a espécie. 

  

Além da preservação da ictiofauna, a organização também se compromete com a luta pela preservação ambiental e sua sustentabilidade, buscando parcerias e estímulos para a criação de políticas públicas que garantam a continuidade do turismo ecológico na região e a implantação de projetos socioeconômicos. Este trabalho também envolve fiscalização e proteção do Lago contra infratores que praticam a pesca predatória. 

  

Como participar 

Interessados devem fazer inscrição no site do Topam (www.topam.com.br) até o dia 24 de maio. As equipes podem ser compostas por até três pescadores que devem competir em apenas uma das duas categorias: Categoria Comum e Categoria Especial. 

  

O regulamento diz ainda que todos os competidores deverão estar com seu Registro de Pescador Amador -“pesca embarcada” atualizado. Será obrigatório o uso da técnica “Pesque e Solte”. 

  

A inscrição custa R$ 550 por pescador com Kit Topam incluso, contendo camiseta, boné e sacola personalizada. 

  

Por: Assessoria de Imprensa 

Fonte: Portal Santarém 

 

 

 

 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil