Fundador jornalista Jerffeson de Miranda
Aos 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925

Santarém(PA), Sábado, 22 de Junho de 2024 - 09:05
08/06/2024 as 07:28 | Por Redação |
Santarém 363 anos: casais oficializam a união durante o casamento coletivo
Casamento coletivo foi realizado na sexta-feira, 07, no Centro de Convenções Sebastião Tapajós
Fotografo: Agência Santarém
Foi o maior casamento coletivo realizado no estado em 2024.

Aproximadamente 270 casais disseram o sim, durante a realização do casamento coletivo, na sexta-feira, 07, no Centro de Convenções Sebastião Tapajós. Os casais, muitos emocionados, trajados como manda o figurino, adentraram o espaço para oficializar suas uniões ao som da marcha nupcial. A programação foi preparada nos mínimos detalhes para que fosse possível que esta data ficasse marcada como um momento especial de amor, cumplicidade, companheirismo e a oficialização da união. 

Entre os quase 270 casais, cada um carregava a sua história de vida, como o casal de quilombolas que estavam há 30 anos juntos. 

"Eu feliz porque eu tinha esse sonho e hoje foi realizado, em nome de Jesus, para todos nós. Estávamos juntos há 30 anos. A gente feliz. Eu não esperava realizar esse sonho em um casamento tão grandioso como esse. Feliz em realizar o sonho matrimonial,” contaram juntos o casal Edilson Antônio Ramos Santos e Selma Costa Santos que moram no Quilombo São Raimundo no Ituqui. 

Outro casal que disse o sim são da etnia Arapiun, da Aldeia Nova, Sidney Augusto da Silva Alvez e Jeanne dos Anjos Silva Arapiun. 

"Pra gente foi muita alegria estar realizando o sonho do casamento e incentivar o casamento com a pessoa amada", disse o noivo. "Estávamos juntos há 13 anos, estou muito feliz, tenho dois meninos e estou feliz por estar realizando o momento que toda mulher quer, principalmente, quando a gente vive com alguém que a gente ama, tem uma família, então a gente espera manter a união e ser sempre feliz,” contou a noiva. 

Roberto Rodrigues Brito Júnior, juiz de Direito da 1ª Vara Cível e Empresarial e coordenador do Cejusc Santarém, afirmou que foi um presente para Santarém. 

"A gente pensou fazer um casamento coletivo, mas a gente não queria que fosse só um quantitativo grande, a gente pensou em colocar as camadas sociais com menos visibilidade, para atender socialmente aquele comando da instituição de que todos são iguais perante a lei e pensando nisso a gente deu um pontapé inicial. Criamos um marco para Santarém a gente deu um passo a frente para abrir novas portas contando com a maioria esmagadora desse casamento com pessoas de baixíssima renda, muitos que residem em comunidades ribeirinhas, que já viviam em união estável de longa data e que precisavam formalizar o instituto do casamento", disse o magistrado. 

A secretária municipal de Trabalho e Assistência Social, Celsa Brito, reiterou que a alegria de quem se envolveu diretamente na organização do evento é semelhante a de todos os casais. 

"É muito gratificante estar fazendo a oficialização dessas uniões e proporcionar esse momento tão especial e é mais especial ainda porque esse momento está dentro da programação do aniversário dos 363 anos de Santarém, trazendo inclusão e cidadania para a população". 

O prefeito Nélio Aguiar celebrou o momento, afirmando que sempre será um dia especial na vida de todos. 

“Foi um momento de grande emoção podermos realizar o sonho dessas pessoas, uma parceria da Prefeitura de Santarém com o Tribunal de Justiça do estado do Pará e a Comarca de Santarém. Uma alegria para toda nossa equipe e a secretária Celsa que prepararam todo esse momento com muito carinho. Um dia que ficará marcado na vida dessas pessoas e nas nossas vidas". 

O casamento fez parte da  programação de aniversário dos 363 anos de Santarém, com apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras), organizada pela Comarca de Santarém, por meio do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), governo do estado, Ministério Público e Defensoria Pública, com apoio do Cartório Prainha de Santarém e do Projeto Social Servir e Amar, fazendo parte do encerramento da Semana Estadual de Conciliação do Cejusc. 

A oficialização contou com apresentação da Filarmônica Municipal Professor José Agostinho, regida pelo Maestro Rafael Macêdo e a presença de autoridades municipais e estaduais. 

Por: Geisa de Oliveira/Ascom-Semtras 

Fonte: Portal Santarém 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil