Fundador jornalista Jerffeson de Miranda
Aos 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925

Santarém(PA), Quarta-Feira, 21 de Fevereiro de 2024 - 09:35
28/06/2023 as 12:47 | Por Redação |
Prorrogadas as inscrições para o Concurso Cultural da MRN
O resultado será divulgado no dia 24 de julho.
Fotografo: Reprodução
Interessados podem se inscrever até o dia 3 de julho

Os interessados em participar da 4ª edição do Concurso Cultural “Orgulho de Crescer com a Natureza à nossa volta”, promovido pela Mineração Rio Norte (MRN), terão mais uma oportunidade para se inscrever. O prazo, que encerraria nesta terça-feira (27), foi prorrogado até a próxima segunda-feira (3). Nas modalidades Desenho e Fotografia, podem participar crianças, jovens e adultos dos municípios de Oriximiná, Faro e Terra Santa, no oeste do Pará. O resultado será divulgado no dia 24 de julho. 

  

“Nós adoramos o mês de junho. É um mês cultural e que fala de sustentabilidade, reunindo festas juninas, discussões sobre o meio ambiente e as escolas somam a atenção a isso, com o encerramento do semestre. Por isso, acreditamos que ampliar o prazo vai possibilitar que os estudantes e suas famílias consigam se inspirar, enviando seus desenhos e fotografias para participar”, explica a coordenadora do concurso, Loyana Demétrio. 

  

A iniciativa propõe aos participantes materializar a essência de suas perspectivas de interação com o meio ambiente, no pertencimento do enxergar e do viver na natureza, quer seja em aquarelas sobre papel ou sob as lentes fotográficas. Os trabalhos apresentados serão avaliados por uma comissão julgadora a partir de critérios como capacidade técnica, criatividade, originalidade e relevância do tema. Ao término do concurso, as peças estamparão conteúdos desenvolvidos pela MRN. 

  

Conexões 

“É uma forma de materializarmos o olhar das pessoas sobre como elas enxergam a região que é rica em cores, formas e sabores”, ressalta a gerente geral de Comunicação Karen Gatti. E foi essa diversidade multicor que chamou a atenção da estudante Ana Cecília Carvalho, de 11 anos, ao se deparar com um tucano em cima de uma das árvores do distrito de Porto Trombetas (Oriximiná/PA). Apaixonada por desenhos desde os quatro anos de idade, não pensou duas vezes em expressar o vislumbre pela natureza no Concurso Cultural. 

  

“Logo que cheguei aqui pela primeira vez, eu estava caminhando, me deparei com esse tucano e fiquei muito encantada. Quando soube que podíamos enviar desenhos para o concurso, foi a primeira coisa que lembrei”, conta Cecília, que se diz emocionada ao ver e rever o mesmo desenho estampado em capas de agendas e calendários da empresa. “Foi uma felicidade e foi muito além do que eu imaginava. Eu chorei porque fiquei muito feliz. Para mim, a natureza é algo que precisamos preservar porque é ela que nos permite viver”, pontua. 

  

Orgulho para a mãe, a assistente social Ariane Carvalho, que sempre incentiva o olhar sustentável no dia a dia da família. “Eu estava no trabalho quando a empresa recebeu os calendários deste ano. Quando eu folheei e me deparei com o desenho da Cecília, fiquei tão contente que sugeri a todos usarem o calendário: ‘esse desenho aqui é da minha filha, valorizem o trabalho dela’”, relata a assistente. “O nosso futuro depende de nossos hábitos e escolhas. Precisamos optar por aquilo que tenha o mínimo de impacto ao meio ambiente. Por isso, quero que meus filhos tenham esse olhar para a Amazônia”, finaliza. 

  

Fique atento(a) ao regulamento e saiba como participar: 

Desenho 

Estudantes que residam em Porto Trombetas, Oriximiná, Faro, Terra Santa e comunidades quilombolas e ribeirinhas que têm interface com o empreendimento. 

  

Categoria 1: 

• Crianças de 3 a 7 anos de idade, matriculadas no Ensino Infantil. 

  

Categoria 2: 

• Alunos(as) de 8 a 17 anos de idade, matriculados(as) nos Ensinos Fundamental e Médio. 

  

Fotografia (Categoria única): 

1) Universitários(as) beneficiados(as) por bolsas estudantis cedidas pela MRN; 

2) Empregados(as) próprios ou de contratadas da MRN; 

3) Pessoas com mais de 18 anos que residam em Porto Trombetas, Oriximiná, Faro, Terra Santa e comunidades quilombolas e ribeirinhas que têm interface com o empreendimento. 

  

 

Com informações da Ascom/MRN 

Fonte: Portal Santarém 

 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil