Fundador jornalista Jerffeson de Miranda em 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925
Santarém(PA), Domingo, 07 de Agosto de 2022 - 16:16
05/08/2022 as 13:51 | Por Redação |
Promotoria de Justiça do Pará arquiva inquérito contra ex-administrador dos cemitérios de Santarém
Promotor Diego Belchior Ferreira Santana, em sua sentenç, decidiu pelo arquivamento do Inquérito Civil nº 012716-031/2017
Fotografo: Reprodução
Carpegiane da Cruz Aguiar administrava os cemitérios de Santarém no ano de 2017

A Promotoria de Justiça de Direitos Constitucionais Fundamentais, Ações Constitucionais, Defesa da Probidade Administrativa e Fazenda Pública de Santarém, do Ministério Público do Estado do Pará, através de decisão do promotor Diego Belchior Ferreira Santana, titular do 9º Cargo de Promotor de Justiça de Santarém, assinada no último dia 05 de julho, decidiu pelo arquivamento do Inquérito Civil SIMP nº 012716-031/2017, no qual figurava como investigado o senhor Carpegiane da Cruz de Aguiar, que atuava nessa época como Administrador dos cemitérios de Santarém, oeste do Pará. 

 

Segundo a denúncia feita pela Sra. Maria Marinete de Mendonça, a mesma possuía um Título de Perpetuidade de Sepultura emitido pelo município de Santarém, no Cemitério São João Batista, e que teria sido surpreendida com a construção de uma sepultura, por terceiros, na área onde possuía o Título. 

 

Na denúncia, Maria Marinete de Mendonça imputou tais fatos ao Administrador dos cemitérios de Santarém, que na época era o sr. Carpegiane da Cruz de Aguiar, que ofereceu outra sepultura para a denunciante. 

 

Em sua defesa, Carpegiane da Cruz Aguiar informou que, em relação ao Documento de Perpetuidade de Sepultura, não havia coordenada correta da localização, somente a quadra em que a sepultura poderia se encaixar, não tendo a definição do local e nem a numeração, não sendo possível saber a exata sepultura da reclamante. Carpegiane também informou que os documentos de perpetuidade eram confeccionados posterior à sua gestão (2013 a 2016), sendo que não havia o controle exato de propriedade. 

 

Diante dos fatos, o Promotor de Justiça de Santarém, Dr. Diego Belchior Ferreira Santana, decidiu pelo arquivamento do referido Inquérito Civil. 

 

Fonte: Portal Santarém 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil