Fundador jornalista Jerffeson de Miranda
Aos 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925

Santarém(PA), Terça-Feira, 16 de Abril de 2024 - 23:03
19/02/2024 as 18:12 | Por Redação |
Projeto troca rede elétrica nas casas de famílias carentes de Santarém
Até março, a Equatorial Pará vai atender moradores de diversos bairros do município.
Fotografo: Reprodução
A reforma nas instalações elétricas visa contribuir para um baixo custo na conta de luz

A partir deste mês de fevereiro, a Equatorial Pará inicia um projeto piloto de adequação elétrica em dez residências onde moram famílias carentes beneficiadas com a tarifa baixa renda. A reforma nas instalações elétricas visa contribuir para um baixo custo na conta de luz, a partir da troca dos fios que deixará o sistema mais eficiente e mais seguro, sem riscos de incêndios ou curto-circuitos. 

 

De acordo com Pricila Hinvaitt, analista a área de Eficiência Energética da Equatorial Pará, não é necessário que os clientes façam qualquer tipo de cadastro, já que o critério de seleção é feito a partir de um levantamento apresentado pelos próprios presidentes dos bairros. 

 

“A eletricidade, embora essencial no nosso dia a dia, carrega riscos significativos se não for devidamente gerenciada. Falhas no sistema elétrico podem resultar em acidentes graves, como choques elétricos e incêndios, colocando em risco vidas e patrimônios. Desta forma, pensando na segurança de nossos clientes, estaremos beneficiando clientes em vulnerabilidade e com instalações elétricas que não seguem os padrões de segurança atuais”, explica. 

 

O gerente de Relacionamento com o cliente da Equatorial Pará, Gilliard Vaz, explica que embora a responsabilidade das fiações elétricas internas não seja a distribuidora, o projeto foi criado para atender clientes que não tem condições de fazer essa reforma, mas que necessitam do serviço, para que tenham um fornecimento de qualidade e seguro. “A gente vai fazer toda a manutenção, trocar toda a fiação, além de trocas as lâmpadas, sem nenhum custo para o cliente,” reforça. 

 

A dona de casa, Kátia da Silva, ficou feliz por saber que está na lista dos clientes contemplados pelo projeto. Há mais de 15 anos morando no bairro São Francisco, ela conta que quando mudou a casa já estava construída, e embora tenha consciência dos riscos que a fiação interna da residência fosse precária, nunca teve condições de fazer reforma e sempre torcia para que não houvesse acidente. “Esse projeto chega em boa hora, porque a gente sabe que as péssimas instalações elétricas contribuem também para o aumento na conta e, precisamos economizar e garantir nossa segurança dentro do nosso lar”, acrescenta. 

 

Josilene dos Santos, mora no bairro Ipanema 2, e não vê a hora de ter em sua casa, instalações mais seguras e que garantissem a segurança para sua família. “Aqui são apenas 3 cômodos, mas os fios são visivelmente não apropriados, e isso é percebido até mesmo por mim que não entendo nada sobre o assunto. São seis anos que moro aqui, mas a casa é bem antiga. Embora seja um bom abrigo, não tenho dúvida que falta proteção nas instalações elétricas e esse projeto vem para nos salvar. Além disso, com a nova instalação vai sobrar mais dinheiro”, comemora. 

 

Além da troca da fiação, a proposta é que todas as lâmpadas antigas, incandescentes e florescentes sejam trocadas por lâmpadas de LED, além dos interruptores de energia. 

 

No projeto piloto serão contempladas famílias dos bairros São Cristóvão, Nova República, Ipanema 2 e São Francisco. 

 

Por: Assessoria de Imprensa 

Fonte: Portal Santarém 

 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil