Fundador jornalista Jerffeson de Miranda
Aos 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925

Santarém(PA), Quarta-Feira, 21 de Fevereiro de 2024 - 09:02
07/02/2023 as 15:10 | Por Redação |
Projeto de extensão da Ufopa fica em 1º lugar em mostra científica no Rio de Janeiro
Classificação do trabalho ocorreu na 13 ª Bienal da União Nacional dos Estudantes, de 2 a 5 deste mês no RJ
Fotografo: Reprodução
Yasmin Corrêa e Bianca Silva ao receberem a premiação

O projeto de extensão “Luta pela terra na Amazônia: mortos na luta pela terra! Vivos na luta pela terra!”, defendido pelas discentes Yasmin Corrêa e Bianca Silva, do Curso de Gestão Pública da Ufopa, foi classificado em 1º lugar na 13ª Bienal da União Nacional dos Estudantes (UNE). A apresentação do projeto, que concorreu com mais seis competidores, na categoria Mostra Científica/Ciências Humanas e Sociais, ocorreu na quinta-feira, 2, na Fundação Progresso, bairro da Lapa, no Rio de Janeiro. 

 

Além de Yasmin Corrêa e Bianca Silva, integraram o projeto as alunas de Gestão Pública Glenda Cunha e Luana Vitória, que não puderam estar na Bienal. O trabalho foi apresentado no formato oral, durante a mostra científica “Um Rio Chamado Brasil – Foz em Reconstrução”. O resumo obteve nota máxima da banca examinadora. 

 

Histórico – O projeto foi criado em 2020 e é coordenado pelos professores Rogerio Almeida, do curso de Gestão Pública da Ufopa e Elias Sacramento, do curso de História da Universidade Federal do Pará (UFPA). Em 2022 teve a adesão do Movimento dos Trabalhadores sem Terra (MST), da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Pará (Fetagri-Sul do PA), Comissão Pastoral da Terra (CPT) e da Sociedade Paraense de Defesa dos Direitos Humanos (SDDH). 

 

As alunas contribuíram para coletar informações e fazer o resgate histórico de casos de violência envolvendo conflitos de terra na Amazônia. As informações irão compor as aproximadamente 800 páginas de um livro, que relata casos de morte de líderes sindicais, religiosos, advogados, chacinas e massacres, além de entrevistas com personagens da luta pela terra no estado do Pará. O marco inicial dos registros é a década de 1980. 

 

A Bienal é considerada o maior festival de cultura, arte, ciência e tecnologia da América Latina e mapeia, reúne e apresenta o que de mais interessante tem sido produzido dentro e fora das universidades brasileiras. 

 

 

/media/file/site/ufopa/imagens/2023/492aacd27755c39e929c628e17f6562f.jpg 

Bianca e Yasmin durante a Bienal no Rio de Janeiro. 

  

Comunicação/Ufopa, com informações do professor Rogério Almeida e de Bianca Silva 

Fonte: Portal Santarém 

 

 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil