Fundador jornalista Jerffeson de Miranda em 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925
Santarém(PA), Domingo, 07 de Agosto de 2022 - 17:04
05/08/2022 as 12:00 | Por Redação |
Piso Nacional da Enfermagem é sancionado
Com a sanção, piso de enfermeiros será de R$ 4.750 mensais e demais categorias ligadas à área terão salário inicial modificado
Fotografo: Reprodução
O ato foi publicado nesta sexta-feira, 05, no Diário Oficial da União (DOU)

O dia 04 de agosto de 2022, com certeza, vai ficar marcado na história da Enfermagem. O motivo, a aprovação do PL 2564/2020, que institui o Piso Nacional da Enfermagem, em todo território nacional. A sanção transcorreu nesta quinta-feira, dia 04, em Brasília. O ato foi publicado nesta sexta-feira, 05, no Diário Oficial da União (DOU). 

  

O Senador Fábio Contarato (PT-ES), disse em entrevista coletiva durante a sessão solene que os profissionais lutam pelo piso há muito tempo. “Isso é uma reparação histórica. Uma luta de décadas de uma categoria, que vem almejando por dignidade, porque esses profissionais passaram a pandemia com a própria para nos proteger”, Destacou. 

 

Fábio destacou, também, que a nova lei vai beneficiar as populações feminina e negra, que são maioria na área da Enfermagem. 

  

No Pará, trabalhadores e trabalhadoras que integram o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Pará (Sindsaúde-Pa) celebraram a conquista, fruto de muita luta e persistência.  “Nessa luta da enfermagem a sensação ainda não é totalmente de dever cumprido, e sim é uma das batalhas vencidas. Temos que fazer com que esse piso seja pago aos servidores. O Sindsaúde-Pará está na luta para conseguir vencer outras conquistas, lógico que a sensação é de mais uma vitória dos trabalhadores, e que a união sempre trará benefícios para os mesmos”, ressalta a Coordenadora de Organização Sindical do Sindsaúde-Pa, Josilene Santos. 

  

Josilene pontua que esta conquista é apenas mais uma, entre tantas outras, como por exemplo, a valorização do Acs e Ace’s.  “O Sindsaúde-Pa vai continuar na luta pela valorização dos trabalhadores e trabalhadoras em saúde. Ainda falta muito para chegar a valorização tão sonhada para todos, mas o Sindsaúde-Pa vai continuar nesta luta, por todos os profissionais de saúde, que atuam em todo o Estado do Pará.  

  

Em vídeo que circula nas redes sociais, o Deputado Federal Alexandre Padilha (PT-SP), comemorou a vitória do projeto de lei, e agradeceu a todas as entidades que lutaram, incansavelmente, por essa sanção. “Quero agradecer aos Sindsaúde, do conjunto das federações, porque foi a mobilização de vocês que fez com que a presidência da república sancionasse o piso nacional da enfermagem”, disse.  

  

O texto do projeto fixou em R$4.750 o piso nacional de enfermeiros dos setores públicos e privados, valor que serve como referência para o cálculo do mínimo salarial dos técnicos de enfermagem (70%), auxiliares de enfermagem (50%) e parteiras (50%). 

  

Enfermeiros: R$4.750; 

Técnicos de enfermagem: R$3.325; 

Auxiliares de enfermagem: R$2.375; 

Parteiras: R$2.375. 

  

Presidente sancionou, mas vetou reajuste anual. 

Durante a assinatura do projeto de lei, o Presidente da República, Jair Bolsonaro, vetou um dos artigos que determinava um reajuste anual do novo piso com base no Indice Nacional de Preços (INPC), um dos indicadores da inflação. 

 

Por: Assessoria de Imprensa 

Fonte: Portal Santarém 

 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil