Fundador jornalista Jerffeson de Miranda
Aos 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925

Santarém(PA), Terça-Feira, 16 de Abril de 2024 - 23:58
23/02/2024 as 12:35 | Por Redação |
OAB-PA realizará desagravo público em apoio à advogada expulsa de oitiva em Castanhal
Após várias manifestações, inclusive da advogada Adriana Albuquerque, o Tribunal de Prerrogativas aprovou, à unanimidade, a realização do desagravo público
Fotografo: OAB-PA
“Nós vamos combater, cada vez mais, esse tipo de violação às prerrogativas”, disse Eduardo Imbiriba, presidente da OAB-PA

Na última quarta-feira, 21, o Tribunal de Prerrogativas da OAB-PA esteve reunido em Sessão Extraordinária para deliberar a respeito do episódio de violação dos direitos profissionais da advogada Maria Adriana Lima de Albuquerque, cometida pelo delegado Vitor Pietsch França Pontes no dia 16 de fevereiro, na Delegacia de Homicídios de Castanhal. 

Nenhuma descrição disponível.  

Diversos diretores e membros da Comissão de Defesa das Prerrogativas da OAB-PA, Procuradoria de Prorrogativas e Coordenadoria de Defesa das Prerrogativas da Mulher Advogada (CDMA), estiveram reunidos no plenário Aldebaro Klautau, sede da seccional paraense. A sessão foi realizada de forma híbrida e conduzida pelo presidente Eduardo Imbiriba. 

  

Após várias manifestações, inclusive da advogada Adriana Albuquerque, o Tribunal de Prerrogativas aprovou, à unanimidade, a realização do desagravo público presencial em frente à Delegacia de Homicídios de Castanhal em favor à profissional. A data deve ser divulgada em breve. 

  

A iniciativa representa uma demonstração contundente de apoio à advocacia e à defesa das prerrogativas profissionais da advocacia paraense. O desagravo público é uma medida que reafirma o compromisso da OAB-PA em zelar pela sociedade, dignidade e integridade dos advogados e advogadas, assegurando-lhes condições adequadas para o exercício pleno de sua atividade. 

  

"Me senti muito amparada e acolhida por todos da OAB-PA. Fico emocionada e agradecida por tudo que recebi", declarou Adriana Albuquerque. "As colegas advogadas, não só do Pará, mas no Brasil, representam em maior número a nossa classe. Essa luta é nossa, nós estamos juntos, nós não vamos mais permitir, nós vamos combater, cada vez mais, esse tipo de violação às prerrogativas", assegurou Eduardo Imbiriba, presidente da OAB-PA. 

  

A realização do desagravo público presencial é um momento de união e de manifestação pacífica, que reforça os valores essenciais e prerrogativas da advocacia, bem como reafirma o compromisso do Sistema OAB-PA com a defesa do Estado Democrático de Direito, Constituição Federal e os direitos fundamentais, sejam individuais ou coletivos. 

 

Por: Assessoria de Imprensa/OAB-PA 

Fonte: Portal Santarém 

 

 
  

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil