Fundador jornalista Jerffeson de Miranda
Aos 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925

Santarém(PA), Terça-Feira, 16 de Abril de 2024 - 23:58
22/02/2024 as 08:41 | Por Redação |
Feira do Pescado 2024 terá oito pontos de vendas em Santarém
Além de garantir o abastecimento, o evento busca, também, o equilíbrio do valor do produto durante o período de maior consumo do pescado
Fotografo: Agência Santarém
Na edição deste ano, são estimadas cerca de 25 toneladas de pescado para comercialização

Por conta da Semana Santa, cresce a busca por peixes na região e para atender a grande demanda da população local, facilitando o acesso do consumidor ao pescado, representantes do Governo do Estado, Prefeitura de Santarém e piscicultores, reuniram-se na quarta-feira, 21, na sede da Semap, para tratar sobre a organização da Feira do Pescado 2024. A novidade este ano é que a feira terá três dias de programação - 27, 28 e 29 de março. Além de garantir o abastecimento, o evento busca, também, o equilíbrio do valor do produto durante o período de maior consumo do pescado. 

 

No encontro, entre outros temas, foram tratados os pontos de venda, estoque e a articulação para alcançar o equilíbrio no preço do produto que será ofertado ao consumidor na tradicional programação que já faz parte do calendário de eventos em Santarém. 

 

Na edição deste ano, oito pontos de vendas estarão disponíveis em locais estratégicos. Outra novidade é que a programação será realizada, também, em Alter do Chão. A feira será realizada, também, no município de Mojuí dos Campos. 

 

Nos três dias de evento, a expectativa é comercializar aproximadamente 25 toneladas de pescado resfriado, todos provenientes de piscicultores locais. 

 

Durante a reunião, ficou acordado, também, que o produto estará disponível aos clientes com os seguintes preços: R$ 15,00 a R$ 25,00, dependendo da espécie. As espécies ofertadas aos consumidores serão: Tambaqui, Tambatinga, Matrinxã, Piau e Pirarucu. 

Feira do Pescado: reunião definiu detalhes sobre a edição deste ano 

 

O secretário de Agricultura e Pesca, Bruno Costa, esteve presente e destacou a importância do trabalho integrado entre as esferas de governo para garantir o pescado com preços equilibrados ao consumidor. 

 

"A Feira do Pescado permitirá a ampliação da oferta do produto em Santarém, e mais uma vez o município e demais parceiros estão empenhados para realizar mais uma edição. É um evento que melhora muito a economia local, estimula a produção do pescado e fomenta a cadeia produtiva. O objetivo é oferecer para a população um produto saudável, fresco e de preço justo, além de oportunizar ao produtor um local adequado para a comercialização mais próxima ao consumidor final”, disse Costa. 

 

Segundo o biólogo e representante da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), Zacarias de Oliveira, a feira contribui para a venda do pescado com um preço acessível para a população e ajuda ainda a fortalecer a cadeia de produção da piscicultura do município. 

 

"São mais de 20 anos da tradicional programação da feira, cuja finalidade é a oferta de pescado de qualidade a um preço mais acessível. É um evento que é muito aguardado pelos produtores, pois melhora a economia local, estimula a produção do pescado no município e na região, e fomenta a cadeia produtiva local”, disse. 

 

Por mais um ano, a piscicultora Vilma da Silva estará participando do evento e destaca a importância da Semana Santa para os produtores da região. 

 

"A feira é muito importante para nós produtores, pois alavanca as vendas do nosso pescado, faz o comércio girar e, consequentemente, melhora a nossa economia. A nossa expectativa é que consigamos vender todo o nosso estoque, já que é um período muito esperado por piscicultores que ficam ansiosos pela data religiosa, pois as vendas multiplicam,” argumentou. 

 

A Feira ocorrerá no horário das 07h às 18h nos seguintes locais em Santarém: 

  • Parque da Cidade 

  • Feira da Cohab 

  •  Feira do Aeroporto Velho 

  •  Mercado Nova República (Praça Tancredo Neves) 

  • Porto dos Milagres (Orla do Porto dos Milagres, no início da Rua Uruará, bairro Uruará) 

  •  Primeira rotatória da Rodovia Fernando Guilhon (sentido centro bairro) 

  •  Rodovia Everaldo Martins Km 19 – Comunidade São Pedro 

  •   Distrito de Alter do Chão 

 

Além desses locais, a venda do pescado também será realizada nas tradicionais feiras e mercados de Santarém. 

 

Um novo encontro está marcado para o dia 13 de março com as instituições de fiscalização sanitária, ambiental e de trânsito onde serão definidas as ações que serão realizadas no dia da feira, bem como a definição da logística e entrega de materiais aos produtores. 

 

A feira é uma realização do Governo do Estado, por meio da Sedap, e a Prefeitura de Santarém, através da Semap, via Coordenadoria de Incentivo à Produção Familiar (Ciprof) em parceria com os piscicultores e Secretaria de Agricultura e Pesca de Mojuí dos Campos, dentre outros parceiros da esfera municipal e estadual. 

 

Por: Luan Rodrigues/Ascom-Semap 

Fonte: Portal Santarém 

 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil