Fundador jornalista Jerffeson de Miranda
Aos 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925

Santarém(PA), Quarta-Feira, 21 de Fevereiro de 2024 - 08:16
25/11/2023 as 08:50 | Por Redação |
Em Óbidos, Semma apreende quelônios e carne de animal silvestre
De acordo com o Secretário da SEMMA, Diego Ferreira, a operação foi deflagrada após denúncia anônima que chegou ao órgão ambiental.
Fotografo: Reprodução
Operação logrou êxito após denúncia anônima feita ao órgão ambiental.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Óbidos (SEMMA), por volta das 19:30h, da última quinta-feira, 23, realizou uma operação no Rio Amazonas, que resultou na apreensão de 4 animais quelônios (tracajás) e cerca de 80 quilos de carne de animal silvestre (capivara), armazenados em caixa de isopor com gelo. 

Nenhuma descrição disponível.  

De acordo com o Secretário da SEMMA, Diego Ferreira, a operação foi deflagrada após denúncia anônima que chegou ao órgão ambiental. 

  

“É de praxe quando a secretaria recebe qualquer tipo de informação com relação a algum tipo de dano ambiental, a gente vai averiguar. Com essa situação não foi diferente, nós recebemos uma denúncia anônima de que haveria uma embarcação com esse tipo de transporte de animal silvestre e quelônios. Essa apreensão foi feita no Rio Amazonas entre 19:30h e 19:45h de quinta-feira, onde nossa equipe recolheu cerca de 80 quilos de carne de capivara e 4 tracajás”, informou Diego. 

  

De acordo com a Lei 9.605 que dispõe sobre as condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, é crime: Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida. A SEMMA tem atuado no município no sentido de combater esses tipos de atividades que causam danos ambientais. 

Nenhuma descrição disponível.  

“A Semma sempre vem atuando no combate a esse tipo de situação aqui no município, com frentes de trabalho contra incêndios, queimadas, desmatamento, caça de animal silvestre, entre outros. São ações que nós nunca paramos de realizar com o apoio da gestão municipal que leva isso muito a sério”, disse o secretário. 

  

Por questões de sigilo e segurança, os dados do responsável pela carga ilegal, não foram divulgados. No entanto, o órgão ambiental informou que o detentor do material colaborou com o trabalho dos agentes, assumindo a responsabilidade e, favorecendo a investigação da equipe.  

  

Por se tratar de gênero perecível, a carne de animal silvestre foi doada para famílias carentes no bairro Perpétuo Socorro, ainda na noite de quinta-feira. A Semma informou ainda, que os 4 tracajás serão soltos, nesta sexta-feira, 24, no Projeto Carapaça Pauxis, Comunidade Maria Tereza. 

  

“Agradecemos a comunidade que acredita no nosso trabalho, isso é muito importante para as nossas ações em favor do meio ambiente. E fazemos um apelo àqueles que ainda não entenderam a importância da preservação e conservação da nossa biodiversidade, que procurem informações sobre esse tema. Nós, enquanto Semma, estamos trabalhando essa sensibilização com a comunidade, e quando for identificado crime ambiental, nós faremos as punições necessárias com relação a legislação ambiental”, finalizou Diego. 

  

Por: Marcos Cantuário, com fotos de  Odirley Santos/Ascom-PMO 

Fonte: Portal Santarém 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil