Fundador jornalista Jerffeson de Miranda
Aos 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925

Santarém(PA), Quarta-Feira, 21 de Fevereiro de 2024 - 09:15
25/11/2023 as 08:25 | Por Redação |
CORES DO PARÁ: Projeto chega à Santarém levando cores e a energia da cultura paraense
O curso e as oficinas estão sendo ministrados pelo artista visual Di Kayapó, e têm como referência temática a energia da cultura paraense
Fotografo: Reprodução
Projeto está em Santarém com uma turma de capacitação, formada por 30 alunos da Escola Profa. Romana Tavares Leal

O projeto CORES DO PARÁ está na cidade de Santarém, com uma turma de capacitação em artes visuais, formada por 30 alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental “Profa. Romana Tavares Leal” - EEEF, localizada no bairro Santana, com cursos e oficinas artísticas que seguem até o dia 1º. de dezembro. 

 

O curso e as oficinas estão sendo ministrados pelo artista visual Di Kayapó, e têm como referência temática a energia da cultura paraense, com ênfase na cultura de Santarém e região. A cultura santarena é marcada pela influência indígena, com destaque para a produção da cerâmica tapajônica, o folclore e o artesanato. 

 

A prática artística da capacitação será a produção de murais na cidade de Santarém, produzidos pelos participantes do curso. Artistas locais serão convidados para participarem das ações de criação dos murais artísticos. 

 

O projeto CORES DO PARÁ já foi realizado em diversos municípios do estado, transformando as vidas dos participantes e colorindo muros e outros espaços urbanos com lindas obras de arte. 

 

Conforme Di Kayapó, artista visual e arte educador que conduz as oficinas do projeto, o curso é divido em duas etapas, sendo a primeira dedicada à teoria, ao desenho à mão livre e a pintura em telas; e a segunda dedicada à prática do grafite em muros, paredes e outros espaços urbanos. “A arte e a pintura estimulam nos participantes a comunicação, criatividade, e a sensibilidade, além de aumentarem a capacidade de concentração e de expressão dos mesmos. E os participantes terão a oportunidade de conhecer e divulgar em suas obras a energia da cultura paraense e tapajônica, presentes no município de Santarém”, explica. 

 

O projeto é patrocinado pela Equatorial Pará, através da Lei Semear, com apoio da Fundação Cultural do Pará, e já passou por municípios como Magalhães Barata, Melgaço, Castanhal, Igarapé Miri, Inhangapi, Marituba, Ananindeua, Juruti e vários outros. A empresa reforça que ações como essa fazem a diferença na sociedade. 

 

Para a analista de Responsabilidade Social da empresa, Michelle Miranda, trata-se de um projeto que tem um papel fundamental de trazer transformações para a vida das pessoas por meio da arte. “Nós acreditamos que, ao criarmos oportunidades para essas experiências e acolhendo a diversidade de forma ampla e assertiva, contribuímos para uma sociedade melhor”, finaliza. 

 

Por: Assessoria de Imprensa 

Fonte: Portal Santarém 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil