Fundador jornalista Jerffeson de Miranda
Aos 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925

Santarém(PA), Terça-Feira, 16 de Abril de 2024 - 23:53
19/02/2024 as 08:08 | Por Redação |
Chacina - Quatro mulheres são mortas dentro de casa, na Região Metropolitana de Fortaleza (CE)
Duas das vítimas, uma de 44 anos e outra de 39 anos, já foram identificadas; no entanto, não há informações sobre as outras duas vítimas
Fotografo: Reprodução
As quatro mulheres foram mortas a tiros.

Dados são da Rede de Observatórios da Segurança apontou que a cada 4 horas uma mulher é vítima de violência no Brasil. Já foram mais de 2.400 casos registrados, sendo que quase 500 foram feminicídios, ou seja, a cada dia ao menos uma mulher morreu apenas por ser mulher. 

 

Na noite de sábado (17), quatro mulheres foram encontradas mortas em uma casa na Grande Fortaleza. Elas foram mortas com tiros. O crime aconteceu no bairro Urucutuba, no município de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (CE). 

 

Duas das vítimas, uma de 44 anos e outra de 39 anos, já foram identificadas. No entanto, não há informações sobre as outras duas mulheres mortas. 

 

Um suspeito foi preso pela PM. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social informou em nota que ele está sendo ouvido pela Polícia Civil. O caso está sendo investigado pelo Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa da Delegacia Metropolitana de Caucaia. 

 

Denúncias anônimas. A secretaria reforçou que a população pode contribuir com as investigações através número 181, o Disque-Denúncia, ou pelo (85) 3101-0181 - número de WhatsApp -, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. Também podem realizar chamadas para o telefone (85) 3101-3360, da Delegacia Metropolitana de Caucaia. 

 

O governador do Ceará, Elmano de Freitas (PT), disse que são "graves e inaceitáveis" os episódios de violência registrados. "Determinei ao nosso secretário da Segurança Pública rigor absoluto nas investigações e diligências para a prisão imediata dos responsáveis pelos crimes", anunciou em publicação nas redes sociais. 

 

Autor: Marli Portilho-DOL/ Informações Folhapress 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil