Fundador jornalista Jerffeson de Miranda em 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925
Santarém(PA), Quarta-Feira, 29 de Junho de 2022 - 07:22
19/05/2022 as 14:03 | Por Redação |
Campanha nacional de enfrentamento ao abuso e a exploração sexual é lançada em Santarém
Campanha será realizada durante todo o mês de maio
Fotografo: Reprodução
Diversas ações serão realizadas de 19 a 31 de maio, em reforço ao tema

O Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi celebrado na quarta-feira, 18, e em ação a data a Prefeitura de Santarém, por meio das Secretarias Municipais de Educação (Semed) e de Trabalho e Assistência Social (Semtras) realizaram ações para alertar sobre o tema. A Semtras lançou a campanha ‘Faça Bonito’ que vai promover de 19 a 31 de maio, diversas atividades e a Semed realizou uma palestra voltada aos coordenadores e chefes de setores escolares. 

 

Palestra 

A palestra que teve como público-alvo servidores da Semed foi ministrada pela coordenadora da Fundação Pará Paz no Baixo Amazonas, Diane Castro. Com 12 anos de experiência no ramo, ela repassou aos professores um pouco do conhecimento adquirido. 

 

“Se a criança está contando é porque aconteceu, então é importante que os pais acreditem nos filhos e procurem atendimento. O município de Santarém é completo em relação à Rede de Atendimento a violação dos direitos da Criança e do Adolescente, tem a Fundação Pará Paz, que dentro funciona a Delegacia da Mulher e Delegacia da Criança (Deaca); tem o Creas municipal que atende questões de violações dos direitos de crianças e adolescentes; tem o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente; tem oito Cras, três Conselhos Tutelares; tem o Abrigo Municipal de Criança; tem a Fasepa, então o Estatuto da Criança e do Adolescente em Santarém funciona, ele protege, ele pune, ele defende. Nosso município é completo em relação a isso, eu sempre falo a lei só dorme pra quem não procura”, disse Diane. 

 

A Assessora de Assuntos Educacionais da Semed, Gerusa Vidal, responsável pela palestra, comentou sobre o tema: “Nós achamos fundamental ouvir uma fala especializada sobre o tema, por isso convidamos a Diane Castro, do Pará Paz que tem experiência e vivência para nos repassar diante de um tema difícil, mas necessário ser dialogado, ser debatido, pra que a gente possa, ao invés de fechar os olhos pra situações de exploração sexual ou de trauma que por ventura possam estar acontecendo com nossos adolescentes, nós que lidamos diretamente com crianças e adolescentes, saibamos e possamos fazer parte dessa rede de acolhimento e proteção”, relatou Gerusa. 

 

Campanha Faça Bonito 

O lançamento da campanha direcionada pela Semtras contou com a presença de integrantes da rede de defesa e proteção da criança e do adolescente e também uma mesa redonda com a participação da vice-presidente do Comdca Roselene Andrade, delegada da Criança e do Adolescente Andresa Souza e mediação de Rose Mara Ruiz conselheira do Comdca. 

 

De acordo com dados repassados pela Deaca/ParaPaz, Creas, e o Conselho Tutelar copilados pela Vigilância Socioassistencial da Semtras, nos anos de 2020 a 2021 foram registrados 780 casos. 

 

A vice-presidente do Comdca, Roselene Andrade, avaliou que o diagnóstico que aponta o aumento nos números de atendimentos realizados nos órgãos de defesa e proteção demonstram que a sociedade está mais atenta a essas situações e usando os mecanismos de denúncia disponíveis na rede de defesa e proteção. 

 

“Representa que com as campanhas, as informações e toda a estruturação da rede, a sociedade tenha mais segurança, para que a gente evite a subnotificação, então hoje nós temos um salto de casos que passaram pela rede como por exemplo da Deaca que em 2018 eram somente 48 casos, em 2021, 261 casos. Não significa que todos os casos se concretizam de fato com uma violência ou abuso, mas é importante que todos os casos sejam investigados, então a gente tem como um indicador satisfatório de que hoje a população está mais atenta, está fazendo as denúncias, usando o disque 100, conselhos tutelares, a Deaca e isso fortalece o processo de enfrentamento”, explicou Roselene. 

 

“Esse tipo de ação é extremamente importante, é um assunto que precisa ser falado, a sociedade não pode se calar, as nossas estatísticas mostram isso, os crimes sexuais praticados contra crianças e adolescentes ainda são um problema muito grave. É uma responsabilidade social, não apenas do estado, das autoridades públicas, só do Conselho Tutelar, judiciário, da Polícia, Ministério Público, mas também de cada um de nós enquanto cidadão. A família precisa ficar atenta aos sinais”, salientou a Delegada Andreza Souza. 

 

O chefe da Comunicação Social em Santarém da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Sidmar de Oliveira, detalhou sobre o projeto Mapear que desde 2003 é desenvolvido no município. 

 

“O Mapear visa levantar os pontos críticos ao longo da Rodovia BR 163, com apoio das secretarias e da segurança pública, onde nós recebemos essas denúncias e nós procuramos catalogar esses pontos críticos pra que a gente aja nas ações do combate a exploração sexual de crianças e adolescentes. Nós em Santarém temos alguns pontos mapeados e esses pontos são visitados constantemente pelas nossas equipes e a gente faz averiguação para verificar se flagra essas situações”, disse Sidmar. 

 

A Secretária Municipal de Trabalho e Assistência Social Sandra Santana ressaltou a importância de todos em união em defesa das crianças e adolescentes. 

 

"É de grande importância essa campanha para trabalharmos o enfrentamento ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, desta forma fazendo um alerta a todas as famílias e a sociedade. Com a união de toda a rede e proteção levaremos cada vez mais as informações e os canais de denúncia, oportunizando que toda sociedade faça parte dessa grande campanha”, ressaltou Sandra Santana, Secretária Municipal de Trabalho e Assistência Social. 

 

A campanha é uma realização da Prefeitura de Santarém por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras), e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdca) e apoio da rede de defesa e proteção de crianças e adolescentes. 

 

Confira a programação 

19/05 

14h, anexo a Escola Irmã Leodgard - Atividade lúdica voltada para crianças (Aepeti) 

17h, Praça da Nova República (CAR) - Palestra e panfletagem 

  

17h30, na Rodovia Fernando Guilhon em frente ao Assaí – Blitz Educativa 

20/05 

9h, Praça 7 de setembro em Alter do Chão – Palestra e panfletagem e Momento Informativo na Rádio Alternativa 

14h, Porto dos Milagres, Atividade Educativa alusivo ao 18 de Maio (Aepeti) 

14h Cras Santana - Blitz informativa em frente ao CRAS, com a Comunidade em geral 

16h, em Alter do Chão – Blitz Educativa 

18h, na Praça do Pescador – Blitz Educativa 

23/05 

16h, na Rodovia Curuá-Una – Blitz Educativa 

24/05 

16h, na Av. Cuiabá em frente ao Zé Quincó – Blitz Educativa 

26/05 

14h, Auditório do Restaurante Popular - Palestra ministrado pelo CREAS sobre o Maio Laranja: Violação de direitos de crianças e adolescentes (Maria do Pará) 

27/05 

14h, on-line - Palestra ministrado pelo CREAS online sobre a temática: “Abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes” (Família Acolhedora) 

30/05 

14h30, Caaf - Roda de conversa e Oficina de construção do símbolo da Campanha 

31/05 

14h30, Caaf - Palestra ministrado pelo CREAS sobre o tema: “Abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes” 

 

Identidade da Campanha 

A campanha tem como símbolo uma flor em lembrança aos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma flor com a de uma criança. O desenho também tem como objetivo proporcionar maior proximidade e identificação junto à sociedade, proximidade e identificação com a causa. 

 

Esse símbolo surge durante a mobilização do Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes de 2009. Porém, o que era para ser apenas uma campanha se tornou o símbolo da causa, a partir de 2010. 

 

Para alcançar esse objetivo, é necessário que a sociedade em geral Faça Bonito na proteção de nossas crianças e adolescentes. 

 

Por: Geisa de Oliveira, com colaboração de Ronnie Dantas 

Fonte: Portal Santarém 

 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil