Fundador jornalista Jerffeson de Miranda em 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925
Santarém(PA), Sábado, 15 de Maio de 2021 - 03:13
09/04/2021 as 08:02 | Por Redação | 628
Ação coletiva doa mais de 5 mil concentradores de oxigênio
A distribuição dos equipamentos será feita pelo Ministério da Saúde para utilização no tratamento de pacientes com Covid-19
Fotografo: Reprodução
Aparelhos serão entregues ao Ministério da Saúde, que ficará responsável pela distribuição no SUS

Cerca de 12 empresas se uniram para viabilizar a doação de mais de 5 mil concentradores de oxigênio para contribuir com o tratamento de pacientes com Covid-19. Os aparelhos serão entregues ao Ministério da Saúde, que ficará responsável pela distribuição no SUS, o Sistema Único de Saúde.   

Espera-se que os mais de 5 mil concentradores atendam, em média, 10 a 20 mil pacientes por mês. Os equipamentos são portáteis e precisam apenas de energia elétrica para funcionar, o que facilita o transporte e o uso, inclusive, nas regiões mais remotas do País, como alguns municípios do Pará e áreas ribeirinhas, evitando a sobrecarga de hospitais e a necessidade de deslocamentos de pacientes para outras cidades. 

Cada concentrador substitui cerca de 21 cilindros de oxigênio e tem durabilidade estimada de sete anos. De acordo com o Ministério da Saúde, os equipamentos são usados em pacientes leves e moderados com Covid-19, oferecendo cerca de cinco litros de oxigênio por minuto. 

Doze empresas participam dessa iniciativa: Bradesco, BRF, B3, Embraer, Gerdau, Grupo Ultra, Itaú Unibanco, Magazine Luiza, Marfrig, Natura & Co, Suzano e Unipar. O grupo atendeu a uma chamada pública feita pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, em apoio ao Ministério da Saúde, para a aquisição de concentradores de oxigênio. A ação contou também com a participação da Air Liquide Brasil, que atuou na importação dos equipamentos. O investimento total das empresas foi de R$35 milhões. 

Ações para enfrentar a pandemia 

A Natura &Co anunciou, recentemente, R$30 milhões em doações à saúde pública, comunidades fornecedoras, consultoras e revendedoras das marcas Natura e Avon, em medidas de apoio ao enfrentamento da pandemia. O valor inclui o acordo com a FNP (Frente Nacional de Prefeitos) para doar R$4 milhões para a compra de vacinas e insumos hospitalares pelo Conectar (Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras). 

A companhia também integra o grupo Unidos pela Vacina, que visa melhorar a logística para a aquisição de vacinas e equipamentos hospitalares, como seringas e agulhas, e já destinou R$60 milhões em 2020 para o combate a Covid-19. Já a Natura se tornou parceira da UniãoBR, ao lado de outras 20 empresas e entidades, para a compra de oito mini usinas de oxigênio e oito usinas de maior porte, que foram enviadas a hospitais públicos em 15 cidades do Amazonas no início de 2021. 

Fonte: Portal Santarém e Rosana Pinto  

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil