Fotografo: Reprodução
...
Recipientes de bebidas alcoólicas, sacos plásticos, latas de refrigerantes e garrafas pet foram jogados

Um morador das proximidades do Parque Zoológico da Unama (ZooUnama), em Santarém, no oeste do Pará, flagrou um grupo de homens desrespeitando normas da instituição, despejando lixo na área e utilizando o igarapé do Irurá para tomar banho.

Segundo informações de moradores às proximidades do ZooUnama, não é permitida a entrada de pessoas sem autorização na área do zoológico, jogar lixo, bem como utilizar o igarapé para a balneabilidade.

De acordo com a denúncia, vários pontos de lixo, como recipientes de bebidas alcoólicas, sacos plásticos, latas de refrigerantes, além de garrafas pet foram jogados à beira do igarapé do zoo.

Moradores informaram que a equipe do zoológico já limpou por várias vezes a área, mas continua sendo degradada. Inclusive, segundo a denúncia, foi encontrado um lugar onde vândalos fazem fogo e assam churrasco dentro da mata, provocando risco de incendiar a floresta dentro do zoológico e causar uma tragédia ambiental com mortes de animais e destruição da fauna.

O ZOOLÓGICO

Com uma área total de 149 hectares e 18 hectares utilizáveis, nos arredores do bairro da Matinha, em Santarém, o zoológico da Universidade da Amazônia (Unama), conta com grande variedade de espécies de animais. O zoológico abriga espécies como macacos, peixes-bois, araras, caititus, onça sussuarana, dentre outros. Por conta de medidas preventivas ao coronavírus (Covid-19), o zoológico se encontra fechado para visitação.

PROJETO SUSTENTÁVEL

Nos últimos quatro anos, de acordo com informações, o ZooUnama reintroduziu mais de 500 animais silvestres à natureza.

O zoológico fundado em 2008, pelo Centro Universitário da Amazônia, é um projeto sustentável, desenvolvido para garantir a integração entre a educação, o desenvolvimento econômico e os mecanismos de manutenção ecológicos.

O espaço que recebe, trata e abriga animais da fauna amazônica, resgatados em fiscalizações realizadas por órgãos ambientais, integra uma área de aproximadamente 149 hectares de corredor ecológico cortado pelo principal canal fluvial estreito da cidade, o igarapé do Irurá, responsável pelo abastecimento de água em várias comunidades, sendo também um afluente do Rio Tapajós.

Por: Manoel Cardoso

Fonte: Portal Santarém