Fundador jornalista Jerffeson de Miranda em 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925
Santarém(PA), Terça-Feira, 19 de Outubro de 2021 - 08:43
27/09/2021 as 10:42 | Por Redação | 376
Ufopa terá economia anual de 2 milhões de reais com energia solar
São 3.709 painéis solares distribuídos em 11 usinas fotovoltaicas instaladas nos campi Alenquer, Itaituba, Juruti e Santarém
Fotografo: Reprodução
Placas solares em prédios da Unidade Tapajós, Campus Santarém

A Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) investiu R$ 6.632.821,59 na implantação do seu Sistema de Geração de Energia Fotovoltaica, composto por 3.709 painéis solares distribuídos em 11 usinas fotovoltaicas implantadas em diferentes edificações dos campi Alenquer, Itaituba, Juruti e Santarém. A economia com o empreendimento, inaugurado no dia 24 de setembro de 2021 na Unidade Tapajós em Santarém (PA), deve ser da ordem de R$ 2.084.004,00 ao ano. 

 

A energia fotovoltaica é a energia obtida por meio da conversão direta da luz solar em eletricidade. É considerada um tipo de energia renovável e limpa, que pode ser gerada para autoconsumo em instalações residenciais e prediais. “O sistema da Ufopa tem atualmente 1.4 megawatt pico de potência, energia suficiente para atender aproximadamente a 910 casas populares”, explica o superintendente de Infraestrutura, Vítor Viana. “Hoje estamos inaugurando 11 usinas. A décima segunda será montada tão logo sejam concluídas as intervenções para reforço da estrutura do telhado do bloco H da Unidade Rondon”. 

 

Além de recursos oriundos do Ministério da Educação (MEC) que totalizam R$ 3.632.789,90, a Ufopa investiu R$ 950.042,14. Também foi captado no ano de 2020 um montante de R$ 2.050.000,00, valor oriundo de emendas parlamentares dos deputados federais Nilson Pinto, Airton Faleiro e Junior Ferrari, e dos senadores Jader Barbalho e Paulo Rocha. "A Usina de Energia Solar da Ufopa faz parte dessa segunda fase de investimentos em infraestrutura, que já iniciamos. Com a devolução dos prédios alugados, estamos agora focados nestes investimentos estratégicos, como a Usina Solar, o Campus Monte Alegre e a Fazenda Experimental", afirma o reitor da Ufopa, Hugo Alex Diniz. 

/media/file/site/ufopa/imagens/2021/345b6c5fb0740dcca69884f4bb87f1dc.jpeg

/media/file/site/ufopa/imagens/2021/0684f0e301cf57835b73c1360a9c9ba0.jpeg 

Durante a inauguração, a vice-reitora Aldenize Xavier, que preside o Comitê Gestor de Obras da Ufopa, agradeceu à equipe de servidores e terceirizados envolvidos no processo de instalação das usinas fotovoltaicas da instituição, que envolveu a readequacão da infraestrutura elétrica, a instalação de grupos geradores e a conclusão da cabine de medição da Unidade Tapajós, no valor de R$ 140.000,00. “Como não tínhamos essa cabine de medição, a Rede Celpa não vinha fazer a instalação da nossa rede própria. Hoje temos um sistema próprio, uma distribuição só nossa, que alimenta a instituição”. 

 

“Foram duas entregas importantes nesse processo: a estabilidade da nossa rede e, junto com isso, a entrega da nossa usina. O processo todo administrativo com a Equatorial Energia foi mais prolongado porque estávamos fazendo ajustes em vários aspectos para podemos fazer essa adequação. Foi muito trabalho de toda a equipe, porque havia o entendimento da importância que era essa entrega para a Universidade”, afirma a vice-reitora. 

 

Inauguração — Aberta à comunidade acadêmica, a inauguração do Sistema de Geração de Energia Fotovoltaica da Ufopa contou com a participação do reitor, Hugo Alex Diniz; da vice-reitora, Aldenize Xavier; do superintendente de Infraestrutura, Vítor Viana; do coordenador de Manutenção Eletromecânica, Márcio André Silva Figueiroa; além de servidores e professores. Em razão da pandemia de Covid-19, o número de convidados para o evento foi reduzido para atender aos protocolos de biossegurança. 

Por: Maria Lúcia Morais — Comunicação/Ufopa 

Fonte: Portal Santarém 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil