Fotografo: Reprodução
...
Na Pesquisa estimulada, o atual prefeito Taká permanece em primeiro lugar com 50,0%

A primeira pesquisa registrada da Doxa mostra a corrida eleitoral no município de Rurópolis. A pesquisa foi registrada no T.R.E sob o nº PA-01499/2020 e realizada no período de 13 a 17 de maio de 2020, com uma amostra de 400 entrevistas. A margem de erro estimada é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. O objetivo da pesquisa foi avaliar o trabalho do governo municipal no combate ao coronavirus, avaliar o governo do atual prefeito, além de identificar as perspectivas eleitorais para 2020 no município.

ESPONTÂNEA:

Ao se tratar da corrida eleitoral no município, a Doxa perguntou se as eleições fossem hoje, em quem o eleitor votaria para prefeito de RURÓPOLIS (espontânea). O atual prefeito, Taká, aparece em primeiro lugar 27,9%. O segundo colocado é Zé Filho com 3,7%. Simão Dadalt vem em terceiro lugar com apenas 1,5% das intenções de voto. Os demais citados aparecem com índices abaixo de 1%. Chama a atenção o alto índice de eleitores indecisos ou que pretendem anular ou votar em branco, somando 63,9%.

ESTIMULADA:

Quando se estimula, isto é, apresentamos os nomes dos pré-candidatos ao eleitor, o atual prefeito, Taká, permanece em primeiro lugar com 50,0%. Simão Dadalt vai para 18,4%. Em terceiro lugar fica Zé Filho com 7,4%. Edgar vem com 2,9% e Marcelo 2,2%. Os votos branco/nulo e indecisos somam 19,1%.

REJEIÇÃO:

Em se tratando de rejeição de pré-candidatos, Taká, é o que obtém maior rejeição, com 19,1% de citações. Edgar é o segundo mais rejeitado, 13,2%, seguido por Simão Dadalt, 12,5%. Marcelo e Zé Filho tem, ambos, 11,0% de rejeição.

EXPECTATIVA DE VITÓRIA:

Mais de 56% dos eleitores de RURÓPOLIS afirmam que Taká ganha essa eleição, reelegendo-se para mais um mandato. Para 14,7% dos eleitores quem ganha essa eleição é Simão Dadalt; para 5,9% o ganhador é Zé Filho e apenas 1,5% consideram que quem ganha essa eleição é Marcelo Vereador. Outros 20,6% não sabem quem vai ganhar.

AVALIAÇÃO GOVERNO TAKÁ:

Na avaliação do governo de Taká, a pesquisa mostra que 47,0% estão avaliando positivamente o governo; enquanto 22,0% avaliam negativamente. A avaliação regular chega a 31,1%.

AVALIAÇÃO SECRETARIA SAÚDE COMBATE AO CORONAVIRUS:

50,7% da população de Rurópolis avalia positivamente a atuação da Secretaria de Saúde do Município no combate ao coronavirus. Outros 16,1% avaliam como negativa o trabalho da Secretaria. E 3,7% não soube avaliar.

AVALIAÇÃO DAS DECISÕES DE TAKA DURANTE PANDEMIA:

A pesquisa avaliou, também, as decisões do prefeito Taká durante a pandemia. 47,1% avaliam como positivas; e 17,6% avaliam como negativas. A avaliação Regular é de 31,6%. Outros 3,7% não souberam avaliar.

PREVENÇÃO:

A Doxa perguntou, também, o que “você e sua família estão fazendo para se prevenir do coronavirus”? 45,6% afirmaram que saem de máscara quando necessário. Outros 35,3% estão ficando em casa; 10,3% se higienizam com álcool e gel. Por outro lado, 8,8% disseram que não estão fazendo nada e que estão levando a vida normal.

A FAVOR OU CONTRA O LOCKDOWN:

A pesquisa procurou saber a opinião da população se concorda ou discorda com a decretação do Lockdown em Rurópolis, liberando apenas os serviços essenciais. 53,7% disseram que concordam; enquanto 40,4% discordam. Outros 5,8% mantiveram-se indiferentes ou não quiseram se manifestar.

FICHA TÉCNICA DA PESQUISA

Nível de Confiança: O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% dos resultados retratarem o atual momento eleitoral.

Veja os quadros da pesquisa:

 

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa: Contexto eleitoral em RURÓPOLIS-Pa

Margem de erro: A margem de erro estimada é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Tema: Administração Pública/Eleições/Opinião Pública.

 Execução: Doxa Pesquisa

Período de coleta: 13/05 A 17/05/2020

Registrada no T.R.E PA-01499/2020

Local: RURÓPOLIS - PA

Amostra: Foram entrevistados 400 eleitores.

Fonte: Portal Santarém