Fundador jornalista Jerffeson de Miranda em 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925
Santarém(PA), Terça-Feira, 19 de Outubro de 2021 - 08:10
05/03/2020 as 08:22 | Por Da Redação | 2386
Marinha confirma 25 mortos no naufrágio do Anna Karoline III
Naufrágio aconteceu no sábado (29). Buscas aos desaparecidos continuam
Fotografo: Reprodução
Até o momento, foram resgatadas 49 pessoas com vida, entre passageiros e tripulantes

Seis dias depois do naufrágio do Navio Anna Karoline III, na localidade de Boca do rio Jarí, no Município de Laranjal do Jarí, no Sul do Amapá, a Marinha do Brasil (MB), por intermédio da Capitania dos Portos do Amapá (CPAP), informou que a operação de busca e salvamento pelas vítimas do acidente náutico continua.

Segundo a Marinha, estão presentes no local do incidente cerca de 39 militares da MB. O Aviso Hidroceanográfico Fluvial Rio Xingu e o Aviso Balizador Marco Zero realizam, incessantemente, buscas na região com apoio de mergulhadores, contando com o suporte de uma equipe de saúde do Hospital Naval de Belém. A aeronave modelo UH-15 (Super Cougar), do 1° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte, também está prestando apoio nos resgates.

O Aviso Hidroceanográfico Fluvial Rio Tocantins, subordinado ao Comando do 4° Distrito Naval, saiu da cidade de Belém-PA para ser incorporado aos demais meios, que estão na operação de busca e salvamento na região do incidente.

O Comando do Corpo de Bombeiros Militares do Amapá informou, na quarta-feira (4), que oram localizados mais três vítimas fatais, totalizando 25 corpos. Até o momento, foram resgatadas 49 pessoas com vida, entre passageiros e tripulantes, após o naufrágio da embarcação “ANNA KAROLINE III”, nas proximidades da Boca do rio Jari. As equipes da CPAP e dos Bombeiros retomaram, na manhã desta quinta-feira (5), as buscas por possíveis desaparecidos;

A aeronave modelo UH-15 (Super Cougar), do 1° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte, realizou o translado de mais quatro corpos, totalizando 17 corpos, da cidade de Gurupá-PA para Macapá-AP.

A Capitania dos Portos reitera a mobilização total da CPAP para a partir do momento da entrada do plano de reflutuação, se tudo estiver de acordo com as normas, será aprovado com a maior brevidade possível.

A Marinha do Brasil lamenta o ocorrido e incentiva a sociedade a participar ativamente no esforço de fiscalização, informando qualquer situação que possa afetar a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana no mar e vias navegáveis ou que represente risco de poluição ao meio hídrico.

Por: Manoel Cardoso

Fonte: Portal Santarém

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil