Fotografo: Reprodução
...
Cozinheira do hotel acusou o treinador e levou o caso para a Delegacia de Defesa da Mulher

O treinador Milton Mendes está sendo acusado de estupro. O treinador, que pediu demissão do São Bento neste sábado, foi indiciado após denúncia de uma funcionária do hotel onde residia, em Sorocaba. Lá, a equipe costuma se concentrar antes de mandar os jogos em seu estádio. A funcionária da cozinha do hotel acusou o treinador e levou o caso para a Delegacia de Defesa da Mulher. A Polícia Civil, que já está investigando o caso, ainda não notificou oficialmente o clube sobre a investigação.

O gerente do hotel optou por não se manifestar sobre o assunto, dizendo apenas que está colaborando com a investigação. Após o ocorrido, Milton Mendes deixou o local e não reside mais no hotel.

Em contato com o LANCE!, o treinador Milton Mendes negou as acusações e afirmou 'que irá até o fim para provar sua inocência, depois de ser execrado' publicamente.

- Lamentável e totalmente fora de propósito isso ocorrer na hora de um jogo tão importante. Tomei ciência somente agora. Não fui notificado ou intimado, e informo que o boletim de ocorrência é uma declaração unilateral. No Brasil, temos o direito da ampla defesa e do contraditório. O hotel tem imagens e provarei minha inocência -.

- Hoje me execraram, inclusive minha família, no dia de finados, mas alerto que falar e não provar é tanto crime quanto a alegação que estão fazendo de mim. É muito grave. Provarei minha inocência, espero que a repercussão seja a mesma, pois o que fizeram agora é um crime. Faço questão de ir até o fim. Meus advogados não irão medir esforços para provar minha inocência - afirmou.

Contratado no fim de agosto, Milton Mendes chegou ao São Bento para a luta contra o rebaixamento. Em 11 jogos, conquistou duas vitórias, três empates e seis derrotas, deixando o clube na lanterna da Série B.

Fonte: Lance