Fotografo: Reprodução
...
Vagas serão para Itaituba, Altamira, Barcarena, Breves, Capanema, Conceição do Araguaia e Goianésia do Pará

As inscrições para o curso de 'Aperfeiçoamento em Políticas Públicas e Gerenciamento de Processos Inclusivos: Um olhar para o transtorno do espectro autista' começam na quarta-feira (9), com 350 vagas abertas para os municípios de Altamira, Barcarena, Breves, Capanema, Conceição do Araguaia, Goianésia do Pará e Itaituba. Os servidores públicos interessados no curso podem se inscrever até o dia 15 de setembro.

O curso, desenvolvido a partir de uma parceria entre a Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA) e a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio da Coordenação Estadual de Políticas para o Autismo (Cepa), tem o objetivo de suprir a necessidade de qualificar servidores da área da gestão pública com foco nas áreas jurídicas, saúde, educação, assistência social, cultura, esporte e lazer, e capacitá-los na gestão de políticas públicas de inclusão, atendendo as legislações vigentes sobre o tema e também habilitando-os para a construção de projetos e captação de recursos nessa área.

“Estamos começando pelo interior, considerando a dificuldade de deslocamento para a capital com a frequência necessária para a realização de uma pós-graduação e a importância da capacitação para os servidores públicos de todo o estado. As cidades foram selecionadas a partir de pesquisas referentes ao número de autistas nos municípios e regiões”, explica a diretora geral da Escola de Governança, Evanilza Marinho.

As atividades serão desenvolvidas em formato de ensino a distância, com carga horária total de 180 horas, contendo atividades presenciais distribuídas em dois encontros, no município sede do curso. Poderão se inscrever servidores públicos estaduais, efetivos e comissionados, e servidores municipais, apenas efetivos. Também estão reservadas vagas para candidatos com deficiência.

“Esta capacitação tem um valor histórico, pois marca a perspectiva institucional do governo do Estado no cumprimento das legislações federais com o tema do autismo e, em especial, com a Política Estadual de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista, que foi publicada em maio de 2020 e no mesmo ano já conta com uma série de ações práticas, como o 'Programa Capacitar para Incluir'”, destaca a coordenadora estadual de políticas para o autismo, Nayara Barbalho.

Para se inscrever, é necessário que o servidor público seja graduado em nível superior, com diploma reconhecido pelo Ministério da Educação, além de outros pré-requisitos disponíveis em edital. Os servidores públicos poderão se inscrever por meio de formulário online, disponível no site da EGPA.

É importante que os candidatos fiquem atentos para todos os itens da inscrição, pois após o preenchimento do formulário, os documentos devem ser encaminhados para os endereços eletrônicos que constam no edital, de acordo com o município onde o curso será cumprido. O edital foi divulgado nesta terça-feira (8) em Diário Oficial e também está publicado no site da Escola de Governança (www.egpa.pa.gov.br).

Fonte: Agência Pará