Fundador jornalista Jerffeson de Miranda em 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925
Santarém(PA), Quarta-Feira, 01 de Dezembro de 2021 - 08:43
25/11/2021 as 08:31 | Por Redação |
Enfermeiros de Santarém comemoram aprovação do piso salarial pelo Senado Federal
Projeto que inclui o piso salarial na Lei 7.498, de 1986, foi aprovado na quarta-feira (24)
Fotografo: Reprodução
Profissionais de enfermagem se dedicam com afinco no atendimento à pacientes em Santarém

Profissionais de enfermagem de Santarém comemoraram a aprovação, nesta quarta-feira, 24, no Senado Federal, do projeto que inclui o piso salarial na Lei 7.498, de 1986, que regulamenta o exercício da enfermagem, estabelecendo um mínimo inicial para enfermeiros no valor de R$ 4.750, a ser pago nacionalmente por serviços de saúde públicos e privados, para uma jornada de trabalho de 30 horas semanais.  

 

Em relação à remuneração mínima dos demais profissionais, o projeto fixa a seguinte gradação: 70% do piso nacional dos enfermeiros para os técnicos de enfermagem e 50% do piso nacional dos enfermeiros para os auxiliares de enfermagem e as parteiras.  

 

"Estamos em meio a uma pandemia e estávamos aguarda com ansiedade a aprovação desse projeto. Agora, estamos sendo reconhecidos pelos nossos esforços e poderemos trabalhar com mais dignidade", declarou a profissional de enfermagem, Joelma Freitas. 

 

A proposta é de autoria do senador Fabiano Contarato (Rede-ES) e recebeu voto favorável da relatora, senadora Zenaide Maia (Pros-RN), que apresentou o substitutivo aprovado em Plenário. Agora o texto será analisado pela Câmara dos Deputados. 

 

Ao defender o projeto, Contarato sustentou que sua aprovação seria a melhor homenagem possível a esses profissionais que, em meio ao maior desafio sanitário já enfrentado neste século, colocam suas vidas em risco para salvar vítimas da covid-19. Segundo o senador, “a fixação do piso salarial nacional a profissionais de enfermagem e das atividades auxiliares é um reparo imprescindível a ser feito”. Ele informou que no seu estado, o Espírito Santo, a remuneração média de enfermeiros é inferior a dois salários mínimos. 

 

Por: Manoel Cardoso 

Fonte: Portal Santarém  

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil