Fundador jornalista Jerffeson de Miranda em 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925
Santarém(PA), Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021 - 14:29
02/12/2020 as 14:15 | Por Redação | 383
Dezembro Vermelho: Infectologista do HMS chama atenção para os cuidados com HIV
Em 2020 foram mais de 25 mil testes para HIV, Sífilis e Hepatites B e C realizados no CTA/SAE de Santarém
Fotografo: Reprodução
É um mês de mobilização e alerta sobre a doença, que é realizado todos os anos.

As ações do “Dezembro Vermelho” atingem públicos variados, orienta sobre a prevenção, desperta para a importância do teste e desmistifica o medo de fazê-lo, além de trabalhar o combate ao preconceito, causado pelo estigma e pela falta de informação. Os especialistas do Hospital Municipal de Santarém Dr. Alberto Tolentino Sotelo (HMS) orientam para importância de se fazer o teste rápido.

Dia 1º de dezembro se comemorou o Dia Mundial de Luta contra a AIDS, instituído pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma data de mobilização de todos os povos contra a epidemia de HIV/AIDS. A Data é marcada também por difundir a promoção dos direitos garantidos por lei às pessoas que tiveram contato com o vírus. Existe o fornecimento gratuito na rede pública do uso da Profilaxia Pré-Exposição (PrEP), Profilaxia Pós-Exposição (PEP) e de insumos de prevenção.

“Antes existia preocupação com a sobrevida dos pacientes soropositivos, hoje, com as medicações que temos, a expectativa de vida de um paciente com HIV é igual a de uma pessoa que não tem o vírus”, enfatizou o infectologista do HMS, João Assy. O médico enfatizou sobre as conquistas do tratamento, mas ressalta que o progresso dos fármacos não deve significar relaxamento dos cuidados de prevenção para evitar a transmissão do vírus.

Segundo o infectologista, para quem já tem o diagnóstico positivo, as atividades cotidianas precisam incluir cuidados que vão além do uso do remédio para manter a carga viral indetectável. “Precisa-se evitar as comorbidades. É importante se preocupar com pressão arterial, diabetes, excesso de peso, tabagismo e deve-se manter uma rotina de exercícios físicos”, pontuou.
ATENDIMENTO E TRATAMENTO ESPECIALIZADO

O especialista Dr. João Assy afirma que o tratamento é eficiente e é possível “paralisar” o vírus, equilibrando a carga viral e impedindo a transmissão; além de gerar uma expectativa similar à de quem não tem o vírus. “A principal arma de combate a AIDS é o diagnóstico precoce, o tratamento é simples. Basta tratar o HIV que ele não se transforma em AIDS”, destacou. Ele destaca ainda que o melhor caminho é a prevenção.

Em 2020 foram mais de 25 mil testes para HIV, Sífilis e Hepatites B e C realizados no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA/SAE) de Santarém, que é referência no atendimento. No total, 168 novos casos de HIV foram diagnosticados na região.

A coordenadora do CTA/SAE, Ana Lucia Ferreira, fez um balanço das atividades desse ano, mesmo com esse período de pandemia da COVID-19. “O CTA promoveu cerca de 68 ações de testagem rápida, orientações e distribuição de insumos de prevenção. Além disso, foram realizadas campanhas pontuais como: o carnaval, dia dos namorados e julho amarelo”, disse ela.

O CTA/SAE Santarém está localizado na Av. Barão de Santarém canto com a Av. Marechal Rondon. O local fica aberto para os testes na segunda, terça e quinta das 7h às 14h. Também prestam atendimento multiprofissional de segunda a sexta de 7h às 18h.

Fonte: Portal Santarém e Natashia Santana/HMS e UPA
 

 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil