Fundador jornalista Jerffeson de Miranda em 10 de janeiro de 2018

Cidadão Repórter

(93)91472925
Santarém(PA), Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020 - 08:25
10/09/2019 as 17:46 | Por Portal Santarém | 1659
Criação de galinhas e frangos caipiras se destacam na produção familiar de Santarém
Galinhas e frangos caipiras são criadas com grande controle de qualidade
Fotografo: Portal Santarém
Exemplo disso fica na Chácara do Natinho, nos arredores do bairro da Matinha

Criadas com controle de qualidade e acompanhamento profissional, galinhas e frangos caipiras viram alternativa de renda para famílias de Santarém, oeste do Pará.

Hoje, há tecnologia para que se faça a criação de galinhas e frangos caipiras, mantendo a produção com gostinho do interior, porém, com aumento na geração e na qualidade.

Um exemplo disso fica na Chácara do Natinho, nos arredores do bairro da Matinha, em Santarém. No local, as aves têm apresentado as características de textura e sabor na carne, que o mercado regional deseja, aos 60 dias de vida.

Segundo a zootecnista, Vivian Freitas, isso acontece devido o manejo alimentar das aves ser feito de forma correta.

De acordo com ela, na Chácara foi instalado o sistema intensivo, onde as aves são criadas totalmente em galpões, com todas as  condições controladas.

"Nesse sistema intensivo, o uso de rações é quase que total. O importante é entender que a alimentação corresponde a 70% dos custos de produção e deve ser balanceada, atendendo às necessidades nutricionais das aves e ao objetivo a que se destinam", diz Vivian.

FASES DE CRIAÇÃO

Para Vivian, o importante, ao pensar em instalações, é saber que a criação de aves passa por diversas fases como: cria, recria e engorda.

Cada fase, segundo ela, deve ter a remoção e a colocação de equipamentos, como comedouros e bebedouros, adequados ao momento. "Se deve manter higienização e limpeza de forma correta, para que as instalações fiquem práticas e de fácil manejo", explica Vivian, acrescentando que outro aspecto é quanto ao conforto térmico das aves.

"É preciso ter cuidado com a temperatura, com o uso de campânulas ou de arejamento, além do controle da umidade, em todos os pontos dos galpões", complementou.

Por: Manoel Cardoso

Fonte: Portal Santarém

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil