Fotografo: Portal Santarém
...
No centro comercial um carro som contratado pelo Sindicato dos Bancários alerta sobre a doença

Ruas vazias, lojas fechadas, igrejas sem fiéis, falta de clientes nas agências bancárias e escolas e universidades com aulas paralisadas. Esta é a real situação de Santarém, no oeste do Pará, após a implantação de medidas preventivas ao coronavírus (Covid-19),  pelos governos Municipal e Estadual.

Por conta de medidas de isolamento social, milhares de pessoas deixaram de sair de casa, para ir ao trabalho, as compras, as unidades de educação e saúde e as igrejas.

Quem caminha na Avenida Lameira Bittencourt e demais ruas do centro comercial, observa funcionários de lojas, aguardando o início do horário de trabalho.

Sem clientes para fazer compras, dezenas de empresários do ramo comercial reclamam dos prejuízos ocasionados pela mudança de rotina da população.

Com o intuito de alertar a população sobre o Covid-19, um carro som contratado pelo Sindicato dos Bancários do Pará, orienta consumidores e transeuntes, na área central de Santarém, sobre como se prevenir da doença.

Além da mudança de rotina de trabalhadores e consumidores, igrejas evangélicas e católicas continuam de portas fechadas.

Na Catedral Metroplitana de Santarém, poucos fiéis são vistos em orações no local.

MEDIDAS PREVENTIVAS

Entre as novas medidas de enfrentamento ao Covid-19, a Prefeitura de Santarém determinou que estabelecimentos comerciais devem organizar filas para atendimento, acesso ou pagamento, de forma que as pessoas fiquem a pelo menos 1,5 m de distância uma das outras. Devem ainda orientar colaboradores e clientes a adotarem medidas de segurança e higiene comum a todos, com o uso de álcool em gel ou higienização periódica das mãos com água e sabão.

Em relação ao serviço de panificação, a Prefeitura informou que os horários de funcionamento das padarias estão ocorrendo de 06h30 às 10h30, no período da manhã. À tarde, os estabelecimentos funcionam das 16h às 20h, ficando o suspenso o café da manhã e o atendimento de clientes nas mesas.

Segundo a Prefeitura, esses horários não se aplicam aos supermercados, mercearias de bairro, mercados municipais, feiras, açougues, postos de combustíveis (exceto lojas de conveniência), farmácias, laboratórios, clínicas, hospitais e demais serviços privados de saúde.

Já o funcionamento das lojas do centro comercial, de acordo com a Prefeitura, inicia as 10h, e encerra as 15h, durante o período de quarentena.

AÇÕES E PREVENÇÕES

As ações de prevenção e enfrentamento ao coronavírus adotadas pela Prefeitura de Santarém continuam. Durante reunião na manhã de domingo (22), no Hospital Municipal Dr. Alberto Tolentino Sotelo, foi montada uma equipe de Atenção Domiciliar para monitoramento dos casos suspeitos do Covid-19.

A Prefeitura Municipal de Santarém informou que, até o momento, não há confirmação de Covid-19. Há 17 casos em análise e 3 descartados.

Por: Manoel Cardoso

Fonte: Portal Santarém