Fotografo: Reprodução
...
Segundo informações, cinco corpos foram encontrados

O navio Anna Karoline III, foi colocado na vertical, ou seja, na posição de navegação na última sexta-feira (3), possibilitando a força-tarefa concentrar-se na drenagem dos porões e nas condições de estabilidade para que a embarcação possa flutuar sem o auxílio de guindastes. Ainda na sexta-feira foram vistos dois restos mortais de humanos, que durante todo o dia de sábado (4) conseguiram localizar mais três corpos.

O Comitê de Gerenciamento de Crise do Amapá não emitiu a nota oficial sobre o resgate de corpos do navio, informando apenas que foram encontrados corpos, mas não confirmou quantos. A reportagem conseguiu informações através da equipe de mergulho que está no local, assegurando que até agora foram cinco restos mortais localizados.

Durante todo o dia de sábado, as equipes fizeram uma varredura dentro do navio para conseguir encontrar corpos, entraram em todos os compartimentos, desde a sala de máquina, camarotes, bar e cozinha. Segundo um dos mergulhadores que passou as informações para a reportagem, o trabalho é minucioso e precisa de cautela, pois não existe mais ‘corpos’, são apenas restos mortais resumida a ossos, cabelos e as roupas, o que dificulta o trabalho de localização, pois esses restos mortais estão em meio a destroços, objetos e lama. Com o deslocamento do navio até a margem do rio Amazonas, existe a possibilidade de alguma vítima do naufrágio ter se desprendido de dentro do navio e ficado no fundo do rio.

Os restos mortais estão sendo encaminhados para a cidade de Gurupá (PA), que serve como base de apoio, onde são preparados para o transporte até a Polícia Técnico-Científica (Politec), em Macapá, onde serão feitos os procedimentos necessários para identificar as vítimas.

Uma perícia também será realizada para a conclusão do inquérito do acidente. Pelo menos 8 famílias reclamam os corpos de seus parentes desaparecidos.

O trabalho de resgate continua neste domingo (5) com uma varredura no navio.

Fonte: Portal Santarém e TCN News