Fotografo: Reprodução
...
Grupo da facção FND tinha objetivo de tomar o controle de "bocas de fumo" no bairro do Crespo

Dezessete membros da facção Família do Norte (FDN) foram mortos em três confrontos com a Polícia Militar entre o fim da noite de terça-feira (29) até as 3h da madrugada desta quarta-feira (30), no bairro Crespo, na Zona Sul de Manaus. A informação foi repassada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Segundo a pasta, em nota, o grupo tinha o objetivo de tomar o controle de "bocas de fumo" no bairro Crespo. Na ação, foram apreendidas 17 armas de fogo.

Informações obtidas pela reportagem apontam que os mortos são integrantes da Família do Norte (FDN) e o ataque seria contra membros do Comando Vermelho (CV) com intuito de recuperar a posse da área.

Entenda o caso

A SSP-AM informou que policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) e da Força Tática interceptaram o chamado bonde. Houve resistência, e os indivíduos trocaram tiros com os PMs. Na ocasião, 17 deles foram baleados e conduzidos ao Hospital 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul, onde foi constatado o óbito.

De acordo com a Polícia, 50 homens, membros da FDN, foram em um caminhão tentar recuperar uma "boca de fumo" localizada no Beco JB Silva, Rua Magalhães Barata, bairro Crespo, Zona Sul.

O comandante-geral da PM, coronel Ayrton Norte, informou que a Polícia recebeu informações via linha direta e redes sociais que um caminhão, com 50 homens, estava no Beco JB para tentar tomar uma "boca de fumo". Os policiais da 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram ao local e pediram reforço.

Atenderam a ocorrência 5 viaturas das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), 1 do Batalhão de Choque, 2 da Força Tática e 2 da 7ª Cicom. No total foram 40 policiais militares que foram recebidos a tiros pelo grupo criminoso.

Segundo o comandante da PM, os 17 homens mortos ainda não foram identificados. Nenhum policial foi atingido por disparos do grupo criminoso.

Na madrugada de quarta-feira, foram divulgados vídeos nas redes sociais de homens dizendo que eram da FDN e que iriam tomar a área do Comando Vermelho (CV). Outros vídeos mostram a ação da Polícia na área.

A Rocam aprendeu 16 armas, dentre elas uma submetralhadora UZI, de fabricação israelense. A Força Tática apreendeu um rifle de cano longo. Um veículo modelo Voyage, de cor preta, foi apreendido. O carro estava na entrada do beco e serviria para a fuga do bando. Todo esse material foi levado a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) para registro do boletim de ocorrência.

Os 17 homens ainda foram resgatados e encaminhados ao Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, mas alguns morreram no caminho e outros na unidade de saúde. Os corpos vão ser encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML).

Fonte: A Crítica