Fotografo: Reprodução
...
Jailson Alves, Henderson Pinto, Marcela Tolentino e outras autoridades vistoriam local

Entrou em funcionamento na noite da última sexta-feira (15) o Centro de Observação Exclusivo para casos suspeitos do Covid-19 em Mojuí dos Campos no Oeste do Pará. O Centro está composto de uma equipe de profissionais de saúde (médico, enfermeiros e técnicos de enfermagem, auxiliares de limpeza e condutores de ambulância) que vão atuar em regime de plantão. A estrutura, com mini-hospital de campanha está montada no bairro Cidade Alta 2, na rua Antônio Walfredo (PA 445).

Na sexta-feira à tarde houve uma verificação das instalações por parte do representante do governo do estado com as presenças do Secretário Regional do Baixo Amazonas, Henderson Pinto; da coordenadora de saúde do Baixo Amazonas, Thalita Liberal e da Coordenadora da 9° Centro Regional da SESPA, Enf. Marcela Tolentino. Pelo município estiveram presentes, o prefeito Jailson Alves; o coordenador da Unidade Básica de Saúde, Enf. Augusto Holanda e o vice-presidente do Conselho Municipal de Saúde, Arnaldo Santos, além da equipe de plantão do Centro e pessoas de apoio da Secretaria Municipal de Saúde – SEMSA.

Na oportunidade, o secretário Henderson Pinto concedeu entrevista à reportagem e falou da importância da estrutura montada em Mojuí dos Campos. De acordo com ele, toda estratégia de estrutura de retaguarda de enfrentamento ao covid é importante, tem município se preocupando e isso deve ser exemplos para outros. “Pra dar esse primeiro atendimento, essa estrutura de retaguarda, se o município tem você consegue ajudar a não entrar em colapso o sistema existente. Então, viemos a convite do Prefeito e nos colocamos à disposição do município para dar suporte no que for preciso, pois compreendemos que só temos um inimigo que é o Covid-19”, destacou Henderson.

O Secretário informou, ainda, que o Governo antecipou as campanhas de vacina. As doses da terceira etapa chegaram no sábado (16) à região, bem como os testes rápidos também estão chegando aos municípios cadastrados. Além das iniciativas dos governos, Henderson espera que a população faça sua parte mantendo o distanciamento e o isolamento social para aqueles que estão notificados, lavando as mãos constantemente e usando máscaras quando precisar sair de casa.

Enfermeira Marcela Tolentino, coordenadora do 9° Centro Regional da Sespa, também destacou a importância da estrutura montada em Mojuí dos Campos. Para Marcela espaços como este, é um daqueles que ninguém gostaria em seu município. Segundo a enfermeira, a estrutura de Mojuí dos Campos é de um mini hospital de campanha. “O que eu estou vendo aqui, tá parecendo um hospital de campanha lá em Santarém com 120 leitos, só que bem menor. Aqui esses leitos vão fazer a diferença e a população vai ver que esse instrumento aqui dar mais segurança pra que o paciente, Deus o livre e guarde, precise de um oxigênio e até chegar em Santarém, não vai dar tempo… Então, aqui ele vai receber o atendimento de qualidade e se agravar tem um médico que vai fazer a avaliação e encaminhar para o hospital de campanha ou hospital regional em Santarém”, explicou Marcela.

Marcela ainda explicou que o Centro de Observação em Mojuí dos Campos é para receber as pessoas com síndromes respiratórias com síndrome gripal, suspeita de estarem infectadas pelo novo coronavírus. Segundo ela, as suspeitas são pessoas que apresentam dor de cabeça, febre, dor muscular etc. “Então, esse local é pra pessoas com problemas respiratórios, pessoas suspeitas de Covid”, informou Marcela.

O prefeito Jailson Alves, também comentou sobre a instalação do Centro. Para ele a obra é resultado da aplicação de um recurso destinado para o enfrentamento do Covid-19. São 183 mil reais recebidos nos últimos dois meses que estão sendo investidos nessa estrutura composta de espaço com leitos e equipe médica. “É uma obra que não gostaríamos de estar entregando, mas veio recurso pra isso… Então, se recebemos 183 mil, temos que investir no enfrentamento ao covid-19. Então, é justo. Estamos fazendo todos os processos licitatórios, pesquisas de preços para investir com transparência”, esclareceu Jailson Alves.

De acordo com o Prefeito, a medida é uma forma de conter a superlotação de unidades em Santarém. “Já fui vereador em Santarém e a gente sabe que a estrutura de lá pra bancar os 19 municípios vai sobrecarregar…Então, a gente está tentando contribuir nesse momento, com um pouco de suporte aqui”, destacou o Prefeito.

Após a visita, por volta das 19 horas o Centro passou a funcionar. Enf. Augusto Holanda, Coordenador da UBS, informou que o funcionamento será 24 horas. Segundo o enfermeiro, os pacientes que estão em monitoramento com suspeitas de Covid-19 e que tiverem seu quadro clínico agravado, devem ser atendidos no centro. Augusto ainda informou que a SEMSA vai instalar o telecovid no município, para ser um canal de denúncias de casos suspeitos. “A partir de hoje (sexta0feira) já vai ficar funcionando normalmente, 24 horas. Paciente que tiver piora do quadro clínico e precisar de uma avaliação mais completa, vai ser encaminhado pra cá. Aqui a gente vai ter o suporte de oxigênio, uma avaliação mais branda. Caso seu estado piore, esse paciente vai ser encaminhado para Santarém, mediante a regulação pelo estado”, explicou Augusto.

MUNICÍPIO REGISTRA PRIMEIRO ÓBITO DE COVID-19

Quatro dias se passaram da confirmação do primeiro caso de coronavírus em Mojuí dos Campos, no Oeste do Pará e o boletim de sábado (16) trouxe a confirmação de mais 03, deixando o município com 11 casos positivos para Covid-19. O boletim também registrou a primeira morte pela doença. A vítima foi uma senhora de 66 anos de idade.

Até a publicação do boletim, por volta das 15 horas de sábado (16), o município apresentava 130 casos notificados, dos quais 107 seguem monitorados e 23 já foram liberados. Um caso segue em análise e 13 já foram descartados. Dos 11 casos confirmados, 10 estão em isolamento domiciliar e um 1 paciente foi a óbito.

Fonte: Portal Santarém e Portal Mojuí na Íntegra