Fotografo: Reprodução
...
Aos 65 anos, Bira trabalhava como comentarista em uma rádio do Amapá

O Pará e o Brasil perderam um dos seus maiores ídolos do futebol que travava uma batalha fora dos gramados. Nesta segunda-feira (14): Bira, natural de Macapá (AP), faleceu.

O ex-centroavante é considerado por muitos como o maior ídolo do Clube do Remo, depois de Alcino. Ele fazia tratamento na cidade natal, onde morreu.

Além do azul marinho, com o vermelho do Internacional, “Bira Burro” fez história e se tornou o ídolo da conquista do Brasileirão de 1979. Pelo colorado ele marcou 32 gols em 50 jogos.  Mas com o Leão ele possui uma marca até então inalcançável, pelo Parazão de 78, ele marcou 32 gols.

Com o "time que nunca perdeu"

Bira foi campeão brasileiro pelo Internacional em 1979, ao lado de Falcão

Aos 65 anos, Bira trabalhava como comentarista em uma rádio do Amapá.

Com alguns problemas de saúde, Bira travava uma batalha contra o câncer em Belém.

Com a camisa do Leão

Ídolo remista, com o super ataque ao lado de Alcino, Mesquita e Júlio César

Fonte: DOL